Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 sobe 0,31% com PT, Cimpor, JM, ParaRede e Ibersol em máximos (act)

A Euronext Lisbon acumulou hoje a quinta sessão consecutiva de ganhos, com as acções da Portugal Telecom, Cimpor, Jerónimo Martins, ParaRede, Ibersol e Corticeira Amorim a fixarem máximos do ano. O PSI-20 cresceu 0,31%, fechando acima dos 6.500 pontos pel

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 13 de Novembro de 2003 às 17:20
  • Partilhar artigo
  • ...

A Euronext Lisbon acumulou hoje a quinta sessão consecutiva de ganhos, com as acções da Portugal Telecom, Cimpor, Jerónimo Martins, ParaRede, Ibersol e Corticeira Amorim a fixarem máximos do ano. O PSI-20 cresceu 0,31%, fechando acima dos 6.500 pontos pela primeira vez desde Julho de 2002.

O PSI-20 [PSI20] terminou nos 6.505,36 pontos, conseguindo fechar acima da barreira dos 6.500 pontos pela primeira vez desde Julho do ano passado. Desde o inicio do ano o índice já ganha 11,68%.

Hoje foi a quinta sessão consecutiva de ganhos e entre as últimas 13, apenas numa o PSI-20 fechou em queda. Hoje nove empresas subiram, cinco desceram e seis ficaram inalteradas.

Entre as 20 empresas do PSI-20, cinco - Portugal Telecom, Cimpor, Jerónimo Martins, ParaRede, Ibersol - atingiram hoje um máximo do ano. Fora do índice a Corticeira Amorim também atingiu um máximo.

A Portugal Telecom [PTC] somou 1,44% para os 7,77 euros e fixou um novo máximo anual nos 7,79 euros. Desde que apresentou os resultados trimestrais a empresa liderada por Horta e Costa apresenta uma tendência ascendente, tendo hoje beneficiado da subida do sector, após os resultados apresentados pela Telefónica, Deutsche Telekom e BT.

A Cimpor [CIMP] e a Jerónimo Martins retomaram hoje a tendência de ganhos, fixando novos máximos anuais nos 3,99 euros e 9,01 euros. A cimenteira fechou a subir 1,79%, beneficiando da perspectiva de saída da Holcim do capital, enquanto a retalhista cresceu 2,63% até aos 8,99 euros, ainda devido aos resultados positivos do terceiro trimestre.

A ParaRede [PARA] igualou hoje o máximo anual nos 0,26 euros, tendo terminado a crescer 4,17% até aos 0,25 euros. Já a Ibersol [IBRS] aumentou 2,90% para os 3,90 euros, o novo máximo desde Novembro de 2001.

Fora do PSI-20 a Corticeira Amorim [COR] trepou 3,90% para os 0,8 euros e fixou o máximo anual nos 0,84 euros, com mais de 800 mil títulos negociados. A Efacec cresceu 3,01% para 3,08 euros, abaixo do máximo de 3,15 euros atingido a meio da sessão de ontem.

O Grupo Sonae teve hoje uma sessão calma, com a Sonae SGPS [SON] e a Sonaecom [SNC] a fecharem inalteradas, depois de a Comissão Executiva da Sonaecom ter negado o interesse em vender a Optimus.

A Portucel [PTC] corrigiu os ganhos de ontem e caiu 2,86% para os 1,36 euros, tendo em conjunto com a Electricidade de Portugal [EDP] – que desceu 0,5% até aos 2 euros – sido a principal responsável pelo menor ganho do índice.

A banca voltou a ter um dia estável, com o BCP [BCP] e o BES [BESNN] a fecharem inalterados em 1,71 euros e 12,32 euros.

Outras Notícias