Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT e BCP sobem mais de 1% e impulsionam Euronext Lisbon (act)

A Euronext Lisbon acompanhou os ganhos das bolsas europeias apoiada nos ganhos acima de 1% registados pela Portugal Telecom e Banco Comercial Português. A nona sessão em queda da Jerónimo Martins e o novo mínimo do Banco BPI não impediram que o PSI-20 fec

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 05 de Agosto de 2004 às 16:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Euronext Lisbon acompanhou os ganhos das bolsas europeias apoiada nos ganhos acima de 1% registados pela Portugal Telecom e Banco Comercial Português. A nona sessão em queda da Jerónimo Martins e o novo mínimo do Banco BPI não impediram que o PSI-20 fechasse com um ganho de 0,53%.

O índice [psi20] - com cinco subidas, 11 quedas e 4 acções estáveis - fechou a valer 7.086,60 pontos e transaccionou 63 milhões de euros, mais 27% que na última sessão.

O Banco Central de Inglaterra decidiu aumentar em 25 pontos base a sua taxa de juro de referência, enquanto o Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas directoras inalteradas, decisões já esperadas pelo mercado. No resto da Europa, os principais índices fecharam com ganhos modestos, pois a valorização do preço do petróleo continua a pressionar os mercados.

O sector da banca beneficiou dos resultados do Barclays, do ING Groep e do HVB, que saíram acima das estimativas dos analistas, e a PT de um estudo do Dresdner, que recomendou aos clientes a comprar as acções da operadora, pois as últimas quedas deixaram constituem uma boa oportunidade. O banco de investimento alemão reiterou o preço-alvo de 11,40 euros, o que representa um potencial de valorização superior a 35%, bem como a recomendação de «compra».

Após quatro sessões em queda as acções do Portugal Telecom [PTC] valorizaram 1,81% para os 8,46 euros, enquanto os títulos do BCP apreciaram 1,17%, alargando os ganhos, também acima de 1%, obtidos na última sessão.

Mas o resto do sector bancário não acompanhou a tendência, com o Banco BPI [bpin] – em queda há cinco sessões consecutivas – a fixar um novo mínimo desde meados de Dezembro de 2003. Hoje os títulos caíram 0,35% para os 2,86 euros, enquanto o BES deslizou 0,22% para os 13,32 euros.

Também com um ciclo negativo, a Jerónimo Martins [jmar] caíu pela nona sessão consecutiva, a perder 1,82% para 8,64 euros. Numa conferência com analistas para apresentar os resultados, a distribuidora disse que pretendia proceder à abertura de novas lojas, a um ritmo máximo de 25 por ano.

A Electricidade de Portugal (EDP) [edp] avançou 0,45% para 2,25 euros e em Espanha, a Unión Fenosa valorizou mais de 2%, com o mercado a especular que a EDP vai comprar os 20% que o Santander detém na eléctrica espanhola, uma informação entretanto negada pela companhia portuguesa.

A Media Capital [mcp] está a corrigir os ganhos dos dois primeiros dias da sessão e hoje cedeu mais 2,20% para os 4,01 euros. A Impresa [ipr] recuou 0,72% até aos 4,15 euros.

Outras Notícias