Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT e EDP impulsionam Euronext Lisbon

A bolsa nacional negociava em subida, com o PSI-20 a avançar 0,61%, seguindo tendência dos principais índices europeus. A PT e a EDP eram os títulos que mais contribuíram para a valorização do índice.

Bernardo Meira bmeira@mediafin.pt 07 de Novembro de 2003 às 12:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional negociava em subida, com o PSI-20 a avançar 0,61%, seguindo tendência dos principais índices europeus. A PT e a EDP eram os títulos que mais contribuíram para a valorização do índice.

O índice PSI-20 [PSI20] cotava nos 6.393,60 pontos, com 11 das acções em subida, quatro inalteradas e cinco em queda, e 26,8 com milhões de euros negociados.

«O índice nacional segue a tendência de fecho dos mercados americanos, valorizando abaixo das restantes praças europeias», referiu um operador. Na Europa os ganhos dos índices superavam já 1%.

A Bolsa nacional negoceia hoje pela primeira vez após a migração para a Euronext Lisbon, e segundo fonte oficial da Bolsa nacional, o processo está a decorrer com «normalidade», estando apenas a ser resolvidos «pequenos problemas técnicos».

A mesma fonte, em declarações ao Canal de Negócios, afirma que a liquidez é a habitual a estas horas e espera que a sessão decorra de forma normal como até aqui.

No sector da banca, o Banco BPI [BPIN] valorizava 0,37% para os 2,69 euros, juntamente com o Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] que avançava 0,24% para os 12,34 euros. O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] recuperava das perdas da manhã e mantinha-se inalterado nos 1,73 euros.

O BCP convocou para o próximo dia 11 de Dezembro uma Assembleia Geral de obrigacionistas para se pronunciarem sobre a fusão da AF, do BCP Leasing, da Tecnilease e da Chemical no grupo.

A eléctrica nacional, a EDP [EDP], subia 1,03% para os 1,97 euros, com 1,5 milhões de títulos negociados e a operadora de telecomunicações Portugal Telecom (PT) [PTC] avançava 1,67% para os 7,32 euros, com 1,63 milhões de títulos transaccionados.

A PT tem projectos em estudo para crescer por aquisições. Apesar da prioridade ser o Brasil, há quem defenda que a PT está a olhar para a operadora Mónaco Telecom, para a Sogecable (em Espanha) e para a CTM. Em Portugal, a PT pode comprar a Optimus e fazer uma parceria na Lusomundo Media, noticiou hoje o «Semanário Económico».

A Impresa [IPR] recuava 0,57% para os 3,50 euros, enquanto a Brisa avançava 0,19% para os 5,35 euros, juntamente com a Cimpor [CIMP] que valorizava 1,58% para os 3,86 euros.

A Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), empresa de auto-estradas brasileira detida em 20% pela Brisa, anunciou hoje que apurou um lucro de 125,9 milhões de reais (38,4 milhões de euros) nos primeiros nove meses deste ano, contra prejuízos no período homólogo.

A Cofina [COFI] mantinha-se inalterada nos 2,46 euros, juntamente com a Portucel [PTCL] que seguia nos 1,33 euros. A Sonae SGPS [SON] liderava os ganhos ao valorizar 1,69% para os 0,60 euros, sendo o papel mais transaccionado com 2,7 milhões de títulos movimentados.

A Sonae quer que a venda dos 30% da Portucel seja feita em bolsa através de uma oferta pública de venda (OPV), segundo reafirmou uma fonte próxima da Sonae à Lusa. O Governo reage avançando que o decreto-lei e a privatização da papeleira «não permite uma OPV».

Outras Notícias