Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PT pondera cotar no Euronext antes da integração com BVLP

A PT pondera cotar numa das Bolsas do Euronext antes da integração efectiva da BVLP na Bolsa pan-europeia, com vista à obtenção de maior visibilidade para o Grupo, disse Vítor Sequeira, responsável das relações com investidores da PT ao Negocios.pt.

Bárbara Leite 31 de Julho de 2001 às 18:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Portugal Telecom (PT) pondera cotar numa das Bolsas do Euronext antes da integração efectiva da BVLP na Bolsa pan-europeia, com vista à obtenção de maior visibilidade para o Grupo, disse Vítor Sequeira, responsável das relações com investidores da PT ao Negocios.pt.

«Não é uma hipótese que à partida excluamos, ainda estamos a ponderar os prós e os contras» de cotar numa das Bolsas que já integram o Euronext, acrescentou o mesmo responsável.

O Banco Comercial Português (BCP) disse, esta semana, estar em negociações para cotar na Euronext Amsterdão antes da integração da BVLP na nova plataforma europeia, facto que deverá ocorrer no inicio do próximo ano.

Segundo o responsável pelas relações com investidores da PT, «decidir sobre a adesão não é prioritário».

«Neste momento, prioritário são as operações no Brasil», acrescentou.

Esta hipótese está a ser ponderada pela PT por forma a garantir uma maior visibilidade à empresa no âmbito de uma plataforma bolsista europeia.

A integração a uma das Bolsas do Euronext acarreta custos de admissão à cotação.

Numa sessão de esclarecimento, Alves Monteiro, presidente da BVLP disse que seria favorável às empresas nacionais com maior capitalização bolsista vir a aderir a uma das outras Bolsas do Euronext antes da fusão com a BVLP.

A plataforma Euronext integra as Bolsas de Paris, Amesterdão e de Bruxelas.

No inicio de 2002, os operadores de mercado poderão negociar nestas quatro bolsas europeias.

A PT integraria o índice Euronext 100, as 100 maiores empresas europeias, caso a avaliação tivesse em conta valores do passado dia 22 de Junho, segundo um estudo da BVLP.

As acções da PT cotavam nos 8,19 euros (1.642 escudos) a subir 0,74%.

Mais lidas
Outras Notícias