Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PTM sobe mais de 2% com medidas anti-OPA

Os títulos da PT Multimédia, participada da Portugal Telecom, dispararam mais de 2% depois da direcção da operadora de telecomunicações nacional ter anunciado três medidas com o intuito de travar a OPA da Sonaecom.

Paulo Moutinho 03 de Agosto de 2006 às 16:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os títulos da PT Multimédia, participada da Portugal Telecom, dispararam mais de 2% depois da direcção da operadora de telecomunicações nacional ter anunciado três medidas com o intuito de travar a OPA da Sonaecom.

As acções da PT Multimédia [PTC] fecharam a ganhar 2,28%, para 9,41 euros, depois de terem chegado a disparar 3,37% para os 9,51 euros. A Portugal Telecom [PTC], que chegou a valorizar 1,02% na negociação, acabou por inverter a tendência e encerrou a perder 0,41%, para os 9,81 euros.

Segundo um operador contactado pela agência Reuters, a «PTM está claramente a subir com o possível ‘spin-off’. Há expectativa que, depois, a PTM possa ir para a bolsa e ser alvo de um ‘takeover’».

A Portugal Telecom anunciou hoje a sua intenção de efectuar o «spin-off» da PT Multimédia, na qual detém 58,43% do capital, bem como de aumentar a «proposta de remuneração accionista para o período 2006-2008 de 3 mil milhões de euros para 3,5 mil milhões de euros, em acréscimo à distribuição de acções da PTM».

Além disso, o Conselho de Administração da operadora propõe ainda no documento enviado à CMVM reduzir o «prazo de financiamento do défice com benefícios de reforma de 14 para 6 anos através da contribuição extraordinária de 1,0 mil milhões de euros durante o período 2006-2008, mediante a obtenção de um quadro de relações laborais mais favorável».

Segundo este mesmo comunicado, a «implementação destas propostas está sujeita à aprovação pelos accionistas numa Assembleia Geral a convocar para o efeito, e a sua efectivação ficará condicionada à não concretização da oferta pública de aquisição anunciada pela Sonaecom».

«As notícias do "spin-off" da PTM conjugadas com o reforço do fundo de pensões reforçam bastante a defesa da PT (face a OPA da Sonaecom) e servem para manter a confiança no seu management», disse à Reuters John dos Santos, analista da Lisbon Brokers.

«As decisões anunciadas pela PT estão em linha com o que esperávamos e o dividendo é um dividendo relevante para o accionista. A PTM provavelmente passará agora a ter um valor especulativo», disse à Reuters Nuno Vieira, analista do Millennium bcp Investimento.

«Para a PTM são notícias muito favoráveis, uma vez que após o "spin-off", a empresa torna-se um alvo atractivo por si só», disse John dos Santos.

Outras Notícias