Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda do grupo EDP contraria subida do BCP e REN

A bolsa nacional abriu em queda ligeira, em linha com as restantes praças europeias, que estão a ser pressionadas pelos desenvolvimentos no Iraque. As empresas do Grupo EDP estão a pressionar o índice em baixa.

A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 13 de Junho de 2014 às 08:15
  • Partilhar artigo
  • 39
  • ...

As bolsas europeias abriram a última sessão da semana em terreno negativo, condicionadas pela escalada de violência no Iraque, que podem conduzir à intervenção militar internacional no país.

 

A praça portuguesa acompanha o movimento, com o PSI-20 a recuar 0,07% para 7.248,52 pontos, com seis cotadas em alta, 12 em queda e duas inalteradas.

 

A EDP é a principal responsável pela evolução negativa do índice, com as acções da eléctrica a cederem 0,47% para 3,638 euros. A EDP Renováveis cai 0,38% para 5,22 euros.

 

Ainda no sector energético a Galp Energia desvaloriza 0,11% para 13,24 euros e a REN soma 1,26% para 2,723 euros. O preço de venda das acções da REN na oferta pública de venda foi fixado nos 2,68 euros, tendo este valor sido determinado pelas ofertas dos investidores institucionais.

 

Na banca o sentimento é misto. O Banco Comercial Português avança 1,45% para 0,181 euros, corrigindo parte da forte queda de ontem. O BCP chegou a cair perto de 10% na quinta-feira. Cerca de uma hora antes do fecho do mercado português a agência de informação Bloomberg avançou que o banco estaria a preparar uma operação de aumento de capital até dois mil milhões de euros. No entanto, pouco depois do fecho da bolsa portuguesa fonte oficial do banco revelou ao Negócios que a instituição "não tomou qualquer decisão" sobre um aumento de capital. Ainda assim, admite que é obrigação do BCP "estudar alternativas que criem valor para os seus accionistas".

 

O BPI segue em sentido inverso, com uma descida de 0,47% para 1,691 euros. Ontem, 12 de Junho, foi revelado que o BPI aumentou o seu capital social em 103,06 milhões de euros, através de uma operação de troca de obrigações. O número total da oferta era de 367.330.445 títulos, tendo sido trocados 293.339.545. A taxa de sucesso da operação foi assim de 91,15%.

 

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20
Outras Notícias