Bolsa Raize conquista mais de 1.400 investidores na OPV

Raize conquista mais de 1.400 investidores na OPV

A oferta pública de venda de acções da bolsa de empréstimos para PME terminou esta quinta-feira, 12 de Julho. Os títulos começam a ser transaccionados na próxima quarta-feira, 18 de Julho.
Raquel Godinho 13 de julho de 2018 às 14:53
Foram 1.419 os investidores a participar na oferta pública de venda (OPV) da Raize. Cada investidor ficou, em média, com mais de 500 acções. A procura superou em 3,7 vezes a oferta das acções da "fintech" que começará a transaccionar no Euronext Access a 18 de Julho, anunciou a empresa.

"É com muito entusiasmo que informamos que a OPV da Raize foi totalmente subscrita em 369%", revela o comunicado divulgado pela empresa e a que o Negócios teve acesso. Isto significa que a procura por acções da empresa superou em 3,7 vezes a oferta. E esta evolução levou à necessidade de rateio no final da operação.

No processo de rateio ficou, no entanto, assegurado que "todos os investidores de retalho receberam pelo menos 500 acções da empresa", explica a Raize. Em média, cada investidor ficou com 529 acções, com um valor de 1.058 euros (cada acção foi vendida a um preço fixo de dois euros).

"Em termos de procura, a oferta foi subscrita por 1.419 investidores num valor total de 5,5 milhões de euros", adianta a empresa. No que diz respeito aos investidores institucionais, participaram na operação a "SGF - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, do investidor Ilídio Pinho/IP-Holding (fundador do Banco BIG, do BCP e de outras sociedades financeiras de referência) e do investidor António Aguiar Moreira, antigo responsável pela Base Holding SGPS, que foi vendida à Unilabs em 2017".

A negociação da Raize arranca a 18 de Julho, sendo que as acções poderão ser transaccionadas nas principais plataformas online de negociação nacionais e internacionais a operar em Portugal. "Atendendo à procura elevada dos investidores na OPV inicial, esperamos um forte dinamismo nos primeiros dias de negociação pelo que será importante estarmos todos preparados para poder responder às necessidades dos investidores", frisa a Raize.

A negociação será feita no Euronext Access, o antigo mercado Easynext, sistema de negociação multilateral. E esta será a primeira estreia desde que, em Junho do ano passado, ocorreu a reorganização dos mercados Euronext. 

 

Na OPV, foram vendidas 750.000 acções, representativas de 15% do capital da empresa. Depois desta oferta inicial, e para reforçar a liquidez da acção, após admissão à negociação, serão disponibilizadas acções representativas de 10% do capital durante um período de seis meses. Assim, será colocado em bolsa um total de até 25% do capital da Raize. 




pub