Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados das seguradoras sobem 68% no primeiro semestre com mais-valias

A realização de mais-valias no primeiro semestre sustentou os resultados do sector segurador, que subiram 68% na primeira metade do ano, para 432 milhões de euros.

Bruno Simão/Negócios
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 23 de Setembro de 2015 às 18:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Os resultados líquidos das seguradoras portuguesas aumentaram 68% no primeiro semestre, face ao período homólogo, para 432 milhões de euros, segundo os dados divulgados esta tarde pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões. Na base do comportamento positivo esteve a realização de mais-valias por parte das entidades, num período de ganhos nos mercados financeiros.

A maior parte das empresas do sector segurador terminaram a primeira metade do ano com resultados positivos. Apenas 10 em 47 empresas é que não conseguiram alcançar um balanço positivo, adiantou a ASF, na apresentação do relatório do sector segurador e dos fundos de pensões.

O ambiente favorável vivido pelos mercados accionistas e de dívida impulsionou os resultados, permitindo às instituições a realização de mais-valias através da venda de activos em carteira.

Já no acumulado de 2014, os resultados registaram uma quebra de 51%, face ao ano anterior, ao caírem para 410 milhões de euros. A três meses da entrada em vigor de Solvência II, o regulador mostra-se satisfeito com os resultados apresentados pelas seguradoras nacionais. "A taxa de cobertura da margem de solvência das empresas supervisionadas situou-se, no primeiro semestre de 2015, em 216%", adianta a ASF.

Os montantes sob gestão nas mãos das seguradoras subiram 2,2% no final de Junho, para 17,9 mil milhões de euros, com os títulos de dívida a continuarem a ser os activos com maior peso nas carteiras. Captam 43% do investimento total.

Ainda assim, a aposta em acções aumentou nos primeiros seis meses do ano, com as entidades a procurarem beneficiar com a subida das bolsas nos primeiros meses de 2015. Continuam, no entanto, a ser um dos activos com menos capital, ao receberem 10% do património global.

Ver comentários
Saber mais seguros ASF resultados acções dívida mercados
Outras Notícias