Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Retalho e Galp pesam na bolsa nacional

A bolsa iniciou o dia em queda, pressionada pelas desvalorizações do setor do retalho mas também da Galp Energia. Entre as congéneres europeias a tendência é semelhante.

A carregar o vídeo ...
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 30 de Dezembro de 2019 às 08:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O PSI-20 iniciou o dia em queda, recuando 0,17% para 5.260,13 pontos, com nove cotadas em alta, sete em queda e duas inalteradas. Isto numa semana que será mais curta em termos de negociação bolsista. Esta terça-feira, 31 de dezembro, as principais bolsas europeias só negoceiam meia sessão e no dia 1 de janeiro estão encerradas devido às comemorações de ano novo.

As congéneres europeias também iniciaram a semana a perder, preparando-se, ainda assim, para fechar o ano com ganhos significativos. O Stoxx600, índice que agrega as 600 maiores cotadas europeias, está a acumular um ganho anual superior a 24%, o que, se se confirmar, será a maior subida num ano desde 2009.

Na bolsa nacional, o balanço do ano é mais tímido, com o PSI-20 a acumular um ganho de 11% em 2019. 

Na sessão desta segunda-feira é o retalho que mais pressiona, com a Jerónimo Martins a ceder 0,8% para 14,925 euros e a Sonae SGPS a recuar 0,11% para 0,917 euros.

Em queda segue também a Galp Energia, ao perder 0,26% para 15,165 euros, bem como a Nos, que cai 0,37% para 4,88 euros.

Do lado oposto e a evitar uma queda mais pronunciada do índice segue o grupo EDP, com a elétrica a subir 0,2% para 3,910 euros, atingindo um novo máximo de 2008. Já a EDP Renováveis está a avançar 0,95% para 10,60 euros.

A sustentar a bolsa está também o BCP, ao avançar 0,35% para 0,2020 euros, assim como os CTT, que apreciam 0,31% para 3,206 euros. 

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 mercados
Mais lidas
Outras Notícias