Fundos de investimento Reviravolta na Argentina custa mais de mil milhões a fundo americano

Reviravolta na Argentina custa mais de mil milhões a fundo americano

O fundo americano Franklin Templeton foi uma das grandes vítimas dos resultados das eleições primárias na Argentina, que mostram uma vitória dos populistas sobre o atual Governo.
Reviravolta na Argentina custa mais de mil milhões a fundo americano
DR
Negócios 14 de agosto de 2019 às 11:32

A vitória de Alberto Fernandez nas eleições primárias argentinas abalou os mercados, por se recearem políticas mais populistas, e o Governo atual não foi o único derrotado. O fundo de investimento Franklin Templeton terá perdido mais de mil milhões de dólares só num dia, calcula a Bloomberg.

O Templeton Emerging Markets Bond Fund, que tem ativos no valor de 13 mil milhões, sentiu, esta segunda-feira, a maior queda diária desde a crise financeira global de outubro de 2008, a qual se cifrou nos 3,5%, numa perda total de 400 milhões de dólares. A esta somam-se 592 milhões de dólares de perdas do Templeton Global Bond Fund e menos cerca de 440 milhões de dólares do Templeton Global Total Return Fund Class A, detalha o Financial Times.

O pessimismo veio depois de as primárias argentinas apontarem para uma derrota, por larga margem, do atual presidente, Mauricio Macri, que se encontra a implementar uma política de consolidação orçamental, depois de o país ter estado próximo da bancarrota. À frente ficou Alberto Fernandez, um candidato considerado mais populista.

O fundo Templeton tinha uma alocação de 12% na Argentina em 30 de junho, que incluíam títulos do Tesouro e notas associadas à taxa básica de juros do país. Os títulos soberanos e corporativos argentinos perderam 16,8 mil milhões de dólares na segunda-feira, segundo o índice de mercados emergentes Bloomberg Barclays. O peso registou um recorde mínimo na segunda-feira, e o rendimento dos títulos a 100 anos subiu para um pico de 14%.

Outros grandes fundos também sentiram o impacto. O Ashmore Emerging Markets Short Duration Fund, de 7,5 mil milhões de dólares, caiu 3,2%, enquanto o Fidelity Series Emerging Markets Debt Fund, com ativos de 1,4 mil milhões de dólares, desvalorizou-se 3,1%. O fundo Ashmore tem o melhor desempenho de longo prazo no grupo, tendo superado 95% dos seus pares nos últimos cinco anos.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI