Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Revisão mensal da prestação do crédito duplica encargos das famílias

O Banco Popular instalou a polémica ao passar a rever os créditos à habitação mensalmente, esteja o empréstimo associado à Euribor a 3, 6 ou a 12 meses. No dia em que a prática foi noticiada, quer o Governo quer o Banco de Portugal esclareceram que esta m

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Popular instalou a polémica ao passar a rever os créditos à habitação mensalmente, esteja o empréstimo associado à Euribor a 3, 6 ou a 12 meses. No dia em que a prática foi noticiada, quer o Governo quer o Banco de Portugal esclareceram que esta medida viola a lei. Nos últimos 12 meses implicava a duplicação do esforço adicional com a prestação.

A revisão mensal das prestações permite reflectir de forma quase imediata a evolução dos juros, o que na actual conjuntura de subida das taxas, beneficia a banca e prejudica o cliente.

O JdN fez os cálculos e os encargos adicionais dos empréstimos diferem quando se revêem os contratos mensalmente. Considerando um empréstimo de 100 mil euros, com um "spread" de 0,7% e a 30 anos, os encargos adicionais, no caso do crédito estar associado à Euribor a 6 meses, não chegam a 100 euros nos últimos doze meses, quando a revisão é semestral. Mas quando um banco opta por rever mensalmente, o encargo adicional aproxima-se dos 400 euros.

Mais lidas
Outras Notícias