Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Risco da dívida portuguesa atinge novo máximo

O prémio que os investidores exigem para deter a dívida portuguesa face à alemã encontra-se em máximos históricos na dívida a 10 anos.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 30 de Maio de 2011 às 09:20
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A taxa de juro da dívida portuguesa a 10 anos avança 20,6 pontos base para 9,792%. Face aos juros de 2,990% que a Alemanha paga para se financiar na mesma maturidade, o prémio de risco que os investidores exigem para deter dívida portuguesa salda-se em 680,2 pontos base (6,802 pontos percentuais), um novo máximo desde a entrada de Portugal no euro.

A dívida portuguesa partilha a tendência registada nos restantes países periféricos, numa altura em que crescem os receios com a necessidade da Grécia avançar para uma reestrururação da sua dívida. Os juros das obrigações gregas a cinco anos sobem 38 pontos.

Nas restantes maturidades da dívida portuguesa, a tendência também é de subida dos juros. Nas obrigações a cinco anos a taxa de retorno das obrigações portuguesa progride 11,4 pontos base para 11,605% e na dívida a dois anos os juros aumentam 23,0 pontos base para 11,526%.

A taxa mais alta que o Estado paga é a da dívida com maturidade a três anos, que hoje avança 21,4 pontos base para 11,896%.

Ver comentários
Saber mais juros dívida
Outras Notícias