Bolsa Rolls-Royce dispara mais de 12% com subida dos lucros e corte de funcionários

Rolls-Royce dispara mais de 12% com subida dos lucros e corte de funcionários

As acções da fabricante de turbinas e motores para o ramo da aviação registam a maior subida em quase dois anos, depois de os lucros terem aumentado 25% no ano passado.
Rolls-Royce dispara mais de 12% com subida dos lucros e corte de funcionários
EPA
Negócios 07 de março de 2018 às 11:26

As acções da Rolls-Royce estão a disparar na bolsa de Londres, depois de a empresa ter anunciado uma subida de 25% nos seus lucros anuais e cortes de postos de trabalho, sobretudo em funções de gestão.  

Os títulos da fabricante de turbinas e motores para o ramo da aviação sobem 12,69% para 934,20 pence, a maior valorização desde Julho de 2016.

Esta evolução acontece depois de o CEO da empresa, Warren East, ter anunciado resultados muito superiores ao esperado e ter informado que contratou a fima norte-americana Alvarez & Marsal para o ajudar a desenvolver uma "estrutura de pessoal consideravelmente mais simplificada".

De acordo com a Bloomberg, East já eliminou cerca de 600 trabalhadores em funções de gestão e milhares de funcionários no sector aeroespacial.

"A verdade é que precisamos de uma maior simplificação para nos tornarmos verdadeiramente competitivos", afirmou East na conference call.

De acordo com o comunicado da empresa, citado pela agência noticiosa, os lucros antes de impostos aumentaram para 1,07 mil milhões de libras (cerca de 1,2 mil milhões de euros) em 2017, acima do esperado pelos analistas, que apontavam para 899 milhões de libras.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub