Trading Roundup faz Bayer pagar mais 2 mil milhões e descer a mínimo de 2012 na bolsa

Roundup faz Bayer pagar mais 2 mil milhões e descer a mínimo de 2012 na bolsa

O herbicida Roundup continua a custar largos milhões à Bayer, que sai derrotada de mais uma batalha judicial. Desta vez, a gigante química teve de pagar mais de 2 mil milhões a um casal ao qual o Roundup terá provocado cancro.
Roundup faz Bayer pagar mais 2 mil milhões e descer a mínimo de 2012 na bolsa
Bloomberg
Negócios 14 de maio de 2019 às 10:21

O rol de coimas aplicadas à Bayer por danos causados pelo herbicida Roundup continua: a farmacêutica tem de pagar 2 mil milhões a um casal que alegou ter contraído cancro pelo uso deste produto. As ações já deslizaram a mínimos de quase sete anos.

Esta é a terceira batalha judicial perdida pela Bayer em relação aos processos relacionados com o Roundup. Estes processos foram herdados pela Bayer após concretizada a aquisição da Monsanto, no passado mês de junho, por 63 mil milhões de dólares.

Os títulos da cotada alemã seguem a perder 2,72% para os 55,06 euros, mas já chegaram a descer 8,30% para os 51,90 euros durante a sessão. Desta forma, as ações desceram a um mínimo de 25 de junho de 2012, ou seja, quase sete anos. Desde a aquisição da Monsanto, o valor da Bayer em bolsa já decresceu mais de 45%, e está agora nos 51,3 mil milhões de euros.

A Bayer considera que os veredictos têm sido "excessivos e injustificáveis". "A empresa tem de sentar-se à mesa e apresentar um plano viável para a resolução destes casos, caso contrário, as perdas vão acumular-se", prevê um jurista que tem acompanhado vários dos processos instaurados contra a gigante química, citado pela Bloomberg.

A alemã Bayer anunciou a 23 de Agosto do ano passado que o número de processos nos Estados Unidos contra a Monsanto  aumentou de 5.200 para 8.000, depois de a agroquímica norte-americana ter sido condenada a pagar 290 milhões de dólares de multa por não ter informado sobre a perigosidade do herbicida Roundup, que terá estado na origem de um cancro num jardineiro. A última indemnização foi decretada pelo tribunal em março, e condenou a Bayer ao pagamento de 80 milhões de dólares a um homem, Edwin Hardeman.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI