Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

SAG dispara 8% com resultados positivos e proposta de dividendo

As acções da SAG dispararam 8% para níveis mais elevados de Maio de 2002 depois da empresa ter apresentado resultados positivos e anunciar que vai propor a distribuição de um dividendo total de 13,4 cêntimos por acção, correspondente a um dividendo «yield

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 15 de Março de 2006 às 13:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções da SAG dispararam 8% para níveis mais elevados de Maio de 2002 depois da empresa ter apresentado resultados positivos e anunciar que vai propor a distribuição de um dividendo total de 13,4 cêntimos por acção, correspondente a um dividendo «yield» de 7,9% por acção, afirmam operadores.

«O dividendo ‘yield’ que a SAG vai distribuir é muito atraente, algo que já é habitual na empresa só que este ano ainda é de dimensão superior à que estávamos à espera», explicou Luis Duarte, operador do CaixaBI, sublinhando que 7,9% confirma a ideia generalizada de que a SAG distribui bons dividendos ».

«Para além disso o dividendo ‘yield’ da SAG é muito acima da média», acrescentou o especialista.

A SAG vai pagar um dividendo de 11,2 cêntimos por acção após a Assembleia Geral que se realizará dia 31 de Março deste ano. A empresa esclareceu em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que o dividendo total é de 13,4 cêntimos por acção, mas que 2,2 cêntimos do mesmo já foram pagos.

A empresa explicou que, tendo em conta os resultados iria «ser proposta uma distribuição de dividendos de 13,4 cêntimos por acção, o que corresponde a um "pay out" de cerca de 60% e a um «dividend yield» de 7,9%».

O valor do dividendo que a SAG vai distribuir relativamente a 2005 é mais do dobro do distribuído face aos números de 2004. No ano passado, a empresa distribui 60% dos lucros em dividendos, com o pagamento de 6,5 cêntimos por acção, a que correspondia um «dividend yield» de 4,5%.

Relativamente aos resultados de 2005, a empresa anunciou que estes ascenderam a 33,5 milhões de euros em 2005, o que representa um crescimento de 34%. Os resultados saíram em linha com o esperado mas foram positivos

Outras Notícias