Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Santander revê tratamento aos accionistas portugueses

O Santander Central Hispano prevê que, até ao final do primeiro trimestre de 2003, os accionistas portugueses do grupo tenham as mesmas vantagens que os espanhóis. Em Espanha, os accionistas do banco estão isentos de algumas comissões.

Negócios negocios@negocios.pt 19 de Novembro de 2002 às 15:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Santander Central Hispano prevê que, até ao final do primeiro trimestre de 2003, os accionistas portugueses do grupo tenham as mesmas vantagens que os espanhóis. Em Espanha, os accionistas do maior banco da Península Ibérica estão isentos de algumas comissões bancárias.

O Santander Central Hispano vai uniformizar o tratamento que dá aos seus accionistas, independentemente da sua nacionalidade. Segundo Vicente Iglesias, director do grupo para a área dos accionistas, até ao final do primeiro trimestre de 2003, os accionistas portugueses do Santander Central Hispano terão as mesmas vantagens que os seus congéneres espanhóis.

Em Espanha, por exemplo, os accionistas estão isentos de comissões bancárias relacionadas com a acção Santander, nomeadamente, no que respeita à compra, custódia e administração, operações de capital e pagamentos de dividendos.

Um seguro gratuito de acidentes individuais, e condições vantajosas na contratação de seguros de vida, habitação, acidentes e automóveis são outros dos benefícios do accionista em acções Santander localizado em Espanha.

Para Portugal, a primeira preocupação foi disponibilizar a informação relativa ao Santander Central Hispano em português. De resto, a campanha lançada em Setembro no mercado português limita-se à isenção de comissão de despesas de guarda de títulos quando os investidores só detenham acções do Santander Central Hispano e à oferta de 20 transacções de Bolsa, válidas por três meses, desde que efectuadas via netBanco.

«Neste momento, está a ser feito o balanço desta campanha e o objectivo é que, até ao final do primeiro trimestre do próximo ano, existam os mesmos benefícios para os investidores, quer estejam em Espanha, quer estejam em Portugal», adiantou Vicente Iglesias.

O Santander Central Hispano tem mais de um milhão de accionistas e está cotado em 16 bolsas. Do total dos accionistas, 99,20% são residentes, ou seja, espanhóis, e 0,8% não residentes. Ainda assim, só 46,10% do número total de acções do Santander Central Hispano estão na posse de residentes. E 42% estão localizadas na Europa.

As acções do Santander caíam 1,42% para 6,25 euros em Lisboa. Os seus títulos são os únicos de uma empresa estrangeira listados na Bolsa nacional

Por Sílvia de Oliveira

Outras Notícias