Empresas Santander votou contra venda de participação no BCP e novos balcões

Santander votou contra venda de participação no BCP e novos balcões

O SantanderTotta votou contra a venda da participação que o BPI detém no BCP e contra o investimento em novos balcões do banco, na assembleia geral extraordinária hoje realizada, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo.
Negócios com Lusa 19 de janeiro de 2007 às 20:50

O SantanderTotta votou contra a venda da participação que o BPI detém no BCP e contra o investimento em novos balcões do banco, na assembleia geral extraordinária hoje realizada, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo.

Os accionistas do BPI deliberaram hoje, em assembleia geral extraordinária, autorizar o conselho de administração a poder alienar a participação que o banco e a seguradora do grupo detêm no capital do BCP.

A proposta foi aprovada por 81,81% dos votos representados, ultrapassando em muito os dois terços necessários, numa assembleia geral que foi a mais concorrida de sempre, com 79,31% do capital presente ou representado.

O Grupo BPI é o segundo maior accionista do BCP, com uma participação global de 7,238%, mas o que está em causa são as participações detidas pelo banco (de 2,634%) e pela BPI Vida (de 1,928%), o que perfaz 4,562%.

O BCP, que é accionista do BPI, com uma participação de 6,26%, também votou contra esta decisão, afirmou o presidente do banco, Paulo Teixeira Pinto.

O SantanderTotta tem uma participação global de cerca de 8,4% no banco.

O segundo ponto da agenda da assembleia geral, relativo à autorização para a abertura de 60 novos balcões, também foi aprovado por 81,8% do capital presente.




Marketing Automation certified by E-GOI