Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Senadores americanos querem que BP suspenda dividendo anual

A BP deveria suspender o seu pagamento anual aos accionistas até os custos relacionados com a limpeza no Golfo do México estarem determinados, afirmaram dois senadores americanos, citados pela agência Bloomberg.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 03 de Junho de 2010 às 11:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A BP deveria suspender o seu pagamento anual aos accionistas até os custos relacionados com a limpeza no Golfo do México estarem determinados, afirmaram dois senadores americanos, citados pela agência Bloomberg.

Os senadores democratas Ron Wyden do Oregon e Charles Schumer de Nova Iorque consideram que o pagamento de uma remuneração accionista seria “inconcebível” até as obrigações da empresa estarem calculadas, defenderam os responsáveis numa carta enviada ao CEO da BP, Tony Hayward.

A petrolífera britânica ainda não conseguiu controlar a maré negra que resultou de uma explosão num petroleiro da companhia no passado dia 20 de Abril e desde então tem libertado 19.000 barris de crude por dia para o mar, que estão a afectar a costa dos EUA.

“Achamos inconcebível que a PB pague um dividendo aos accionistas antes do custo total da limpeza de petróleo esteja estimada”, escreveram os senadores na carta enviada ao líder da empresa.

Para Ron Wyden e Charles Schumer, os familiares das vítimas e os negócios prejudicados pelo derrame de crude “merecem saber que a BP vai cumprir as suas obrigações para com eles antes dos accionistas”.

A porta-voz da BP recusou-se a comentar a carta enviada pelos senadores. No ano passado, a BP pagou 10,5 mil milhões de dólares em dividendos, de acordo com o relatório anual da empresa, citado pela Bloomberg.


Ver comentários
Outras Notícias