Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae e Portugal Telecom travam queda da bolsa portuguesa

A bolsa portuguesa mantém a tendência de queda mas começa a atenuar ligeiramente da forte queda registada na sessão de ontem. O PSI-20 desvaloriza 0,30% num dia em que os títulos do grupo Sonae estão a evitar maiores quedas.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 28 de Fevereiro de 2007 às 12:45
  • Partilhar artigo
  • ...

A bolsa portuguesa mantém a tendência de queda mas começa a atenuar ligeiramente da forte queda registada na sessão de ontem. O PSI-20 desvaloriza 0,30% num dia em que os títulos do grupo Sonae estão a evitar maiores quedas.

O principal índice da bolsa nacional [psi20] negoceia nos 11.780,78 pontos com sete títulos a subir, treze a descer e nenhum inalterado.

A pressionar a bolsa nacional está a Energias de Portugal [edp] que segue a recuar 0,95% para os 4,15 euros e o BCP [bcp] que cai 1,07% para os 2,77 euros.

Ainda no sector bancário, o BES [besnn] desvaloriza 0,70% para os 14,10 euros e o BPI [bpin] valoriza 0,16% para os 6,42 euros.

O destaque de hoje vai para as empresas do grupo Sonae. A Sonae SGPS [son] e a Sonaecom [snc] abriram a sessão a valorizar mais de 8% depois da empresa liderada por Paulo Azevedo ter ontem anunciado um pacote de dividendos de 5,7 mil milhões de euros, ou 5,1 euros por acção, de 2007 a 2010 aos accionistas da PT que queiram permanecer na empresa depois da OPA. Os títulos da Sonae seguem agora a subir 6,79% para os 1,73 euros e a Sonaecom valoriza 4,89% para os 6,32 euros.

As acções da Portugal Telecom [ptc] avançam 0,39% para os 10,17 euros e as da PTMultimédia [ptm] recuam 0,36% para os 10,96 euros.

A Galp Energia [galp pl] desce 0,43% para os 6,99 euros, apesar do Espírito Santo Research ter revisto em alta a recomendação e o preço alvo da petrolífera portuguesa. A recomendação do Espírito Santo Research para a Galp passou de "neutral" para "comprar" e o preço-alvo de 6,6 para 7,6 euros. Esta revisão tem a ver com as "descobertas petrolíferas feitas no Brasil e no bloco 32 em Angola", refere o analista Pedro Morais.

A Mota-Engil [egl] recua 1,20% para os 5,78 euros e a Semapa [sema] desvaloriza 1,32% para os 11,20 euros. Fora do PSI-20, a Soares da Costa segue inalterada nos 0,87 euros.

Outras Notícias