Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae e Sonaecom disparam mais de 3% com fusão da TMN e Optimus

As acções do Grupo Sonae, a Sonae SGPS e a Sonaecom registavam fortes valorizações, de mais de 3%, em reacção à notícia avançada hoje pelo Jornal de Negócios de que a integração entre a TMN e a Optimus vai ser aprovada pela Autoridade da Concorrência.

Paulo Moutinho 03 de Agosto de 2006 às 08:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As acções do Grupo Sonae, a Sonae SGPS e a Sonaecom registavam fortes valorizações, de mais de 3%, em reacção à notícia avançada hoje pelo Jornal de Negócios de que a integração entre a TMN e a Optimus vai ser aprovada pela Autoridade da Concorrência.

Os títulos da empresa liderada por Paulo Azevedo, a Sonaecom [snc], abriram a sessão de hoje a valorizar mais de 2%, mas rapidamente dispararam para um ganho de 3,74%, elevando a cotação dos títulos da empresa para os 4,71 euros. Os títulos já negociaram nos 4,72 euros, o valor mais elevado desde 9 de Maio.

A Sonae SGPS [son], por seu lado, avançava agora 3,17% para os 1,30 euros.

As acções das empresas do Grupo Sonae estão a reagir em alta ao facto de a Autoridade da Concorrência (AdC) ir aprovar a integração entre a TMN e a Optimus, ainda que com condições, os chamados «remédios». Esta era uma das principais condições da Sonae para que a OPA sobre a Portugal Telecom avançasse.

«É uma boa notícia para a Sonae e, a confirmar-se, aumenta as hipóteses do sucesso da OPA», disse um operador à reuters.

A integração das operadoras da rede móvel ainda estará sobre a mesa da reunião que os dois reguladores têm marcada para hoje. A AdC tem a questão resolvida, mas a Anacom diz que ainda tem uma palavra a dizer.

A Anacom exige que isso não pressuponha a fusão jurídica das duas empresas. A Sonaecom já deu essa garantia formal: as empresas manter-se-ão juridicamente separadas.

A OPA sobre a Portugal Telecom tem agora condições para avançar. Paulo Azevedo afirmou na semana passada que espera que a operação esteja concluída até ao próximo mês de Novembro.

Ver comentários
Outras Notícias