Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonangol compra 20% do bloco participado pela Galp em Angola

A petrolífera estatal Sonangol vai comprar os 20% que a Marathon Oil detém no bloco 32, em Angola, e que se previa serem vendidos a duas empresas chinesas. A Galp detém uma participação de 5% no bloco.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 24 de Setembro de 2009 às 12:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A petrolífera estatal Sonangol vai comprar os 20% que a Marathon Oil detém no bloco 32, em Angola, e que se previa serem vendidos a duas empresas chinesas. A Galp detém uma participação de 5% no bloco.

“Vamos comprar essa participação”, comentou à Reuters um porta-voz da Sonangol, mas sem especificar quando é que o acordo será concluído. A petrolífera já tem 20% naquele bloco offshore de águas profundas, elevando assim a sua posição para 40%.

A Marathon Oil tinha anunciado em Julho a possibilidade de vender a sua participação no bloco às empresas chinesas Sinopec e China National Offshore Oil Corporation (CNOOC), por 1,3 mil milhões de dólares, mas a Sonangol exerceu o seu direito de recusa ao negócio e anunciou agora que adquire essa posição.

A Marathon, quarta maior petrolífera dos Estados Unidos, vai manter uma posição de 10% no referido bloco, onde já foram anunciadas 12 descobertas de petróleo, avançou a empresa em Julho, citada pela Bloomberg.

Qualquer um dos parceiros da Marathon neste bloco poderia ficar com os 20% da norte-americana se igualasse a oferta e exercesse o direito de preferência. A Galp é quem detém uma posição mais pequena, com 5%. A operadora do bloco é a Total, com 30%. A estatal angolana Sonangol detém 20% e uma unidade da Exxon Mobil detém 15%.

Os 12 poços descobertos até agora no bloco 32 são o Louro, Cominhos, Caril, Gindungo, Canela, Cola, Gengibre, Mostarda, Salsa, Colorau, Manjericão e Alho.

Na exploração “offshore” em Angola, a Galp Energia está presente no bloco 32, bloco 33, bloco 14 e bloco 14K/A-IMI.

A Galp Energia concentra a sua actividade em Angola em duas empresas principais: a Petrogal Angola e a Sonangalp.

A Petrogal Angola, detida pela Petrogal (88,7%) e pela Galp Exploração (11,3%) assegura a gestão das participações das restantes empresas e a comercialização de lubrificantes.

A Sonangalp é detida pela Petrogal Angola (49%) e pela Sonangol (51%). A sua actividade centra-se na distribuição e comercialização de combustíveis líquidos e lubrificantes e na exploração de postos de abastecimento e estações de serviço.

O grupo detém ainda um participação minoritária (0,44%) na Fina – Petróleos de Angola, que tem por actividade a refinação, armazenagem e distribuição de produtos petrolíferos.

Ver comentários
Outras Notícias