Crédito "Spreads" da casa descem mais de 5% num mês
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

"Spreads" da casa descem mais de 5% num mês

No último mês, três instituições financeiras desceram a margem exigida nos empréstimos para a compra de casa e deram um novo impulso à guerra de "spreads". Há quase oito anos que os juros não eram tão baixos.
"Spreads" da casa descem mais de 5% num mês
Miguel Baltazar/Negócios
Raquel Godinho 05 de março de 2018 às 23:20

Há quase oito anos que os "spreads" do crédito à habitação não eram tão baixos, em Portugal. Só no último mês, três instituições financeiras desceram a margem exigida )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Roberto 06.03.2018

Quando a bolha imobiliária rebentar, desta vez o "menino" fica nos braços de quem comprou casa, porque perde 20, 30 ou 40 mil euros (o valor de 20% ou 30% de entrada para a concessão do crédito à habitação) e a respectiva casa para habitação.
O banco ganha e o comprador da casa para habitação perde

Fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos 06.03.2018

o spred pro xulecos dos bairros sociais com casa a custa dos meus impostos é sempre zero
Lisboa tem 90.000 e porto tem 95.000 com casa de borla
e muitos t~em casa dentro da urbe tipo ciganada
VÃO TRABALHAR....

350% acima de 2006 06.03.2018

Os spreads mínimos praticados hoje em dia ainda estão cerca de 350% acima do praticado em 2006!
Tenho um spread de 0,4% contratado em 2006, ou seja, cerca de 350% abaixo dos valores mínimos actuais (1,4%)
Por isso uma descida de 5% até parece ridícula ;-)

General Ciresp 06.03.2018

Esta gerigonca nao para de nos surpreender,quem diria:venderem mais cascois num dia de verao com temperaturas a rondarem os 40 graus e 3/4 do pais em chamas,do q vendelos num dia de inverno com temperaturas abaixo de zero.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub