Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subida dos juros de Portugal trava financiamento da banca

Há dois meses que nenhum dos grandes bancos portugueses recorre aos mercados de dívida. Não porque não podem, mas porque não querem pagar os elevados juros que estão a ser pedidos pelos investidores, depois do "stress" provocado pela crise na Grécia.

Maria João Gago mjgago@negocios.pt | Paulo Moutinho 12 de Março de 2010 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Há dois meses que nenhum dos grandes bancos portugueses recorre aos mercados de dívida. Não porque não podem, mas porque não querem pagar os elevados juros que estão a ser pedidos pelos investidores, depois do "stress" provocado pela crise na Grécia.

Além disso, mais de metade das suas necessidades já foram asseguradas com emissões realizadas no final de 2009.

A maior percepção de risco sobre os países do Sul da Europa traduziu-se em custos de emissão de dívida mais elevados para os Estados, mas também para as instituições financeiras, já que ditou uma escalada dos "credit default swaps" (CDS) do sector para novos máximos históricos. Os CDS tendem a definir o prémio a pagar pelo emitente.

Neste contexto, a banca portuguesa afastou-se dos mercados de dívida, depois de Janeiro. BCP, BPI, BES e CGD já fizeram operações de refinanciamento este ano, mas logo nos primeiros dias de 2010. No total, entre obrigações de dívida sénior e hipotecárias – que têm como colateral os empréstimos à habitação - os bancos nacionais colocaram 7,9 mil milhões de euros. Falta ainda refinanciarem 6,8 mil milhões.

logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias