Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tecnológicas impulsionam bolsas europeias

A maioria das bolsas europeias valorizava impulsionada pelas tecnológicas, depois da Intel e da Yahoo terem apresentado resultados acima do esperado. O Dow Jones Stoxx 50 seguia pouco alterado, ao recuar 0,01% para os 2.830,98 pontos, num dia em que as fa

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 20 de Abril de 2005 às 10:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A maioria das bolsas europeias valorizava impulsionada pelas tecnológicas, depois da Intel e da Yahoo terem apresentado resultados acima do esperado. O Dow Jones Stoxx 50 seguia pouco alterado, ao recuar 0,01% para os 2.830,98 pontos, num dia em que as farmacêuticas e as petrolíferas contrariavam os ganhos.

O IBEX [ibex] subia 0,40% para os 9.082,5 pontos. A Prisa subia 1,69% para os 15 euros, uma tendência registada nos últimos dois dias. A Repsol e a Gás Natural contrariavam a tendência e perdiam 0,25% para os 19,73 euros e 0,28% para os 21,74 euros, respectivamente.

O CAC [cac] francês ganhava 0,28% para os 3.973,46 pontos. A Alcatel liderava os ganhos ao subir 1,72% para os 8,88 euros e a Stmicroelectronics somava 1,03% para os 11,75 euros, com as tecnológicas a beneficiarem do anúncio da Intel e da Yahoo que apontaram para resultados acima das previsões dos analistas, diminuindo assim os receios no mercado de que os resultados das empresas reflectiam um abrandamento na procura.

A farmacêutica Sanofi-Aventis desvalorizava 0,30% para os 66,8 euros.

O Footsie [ukx] depreciava 0,05% para os 4.853,40 pontos. A Glaxosmithkline descia 0,95% e a Astrazeneca caía 0,53%. A Shell Transport, dona de 40% da Shell, deslizava 0,11%, enquanto a BP avançava 0,66%.

O DAX [dax] valorizava 0,17% para os 4.211,72 pontos. A Infineon ganhava 1,61% para os 6,96 euros e a SAP subia 1,25% para os 115,96 euros.

Em Amesterdão, o AEX [aex] apreciava 0,16% para os 357,22 pontos, com ASML a liderar os ganhos, ao somar 2,78% para os 11,84 euros. A Getronics avançava 2,17% para os 1,41 euros e a Philips valorizava 0,93% para os 19,54 euros. A Royal Dutch Petroleum, dona de 60% da Shell, caía 0,09% para os 45,97 euros.

Outras Notícias