Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UE ameaça aço chinês com tarifas alfandegárias

A União Europeia ameaçou impôr tarifas sobre o aço da China, utilizado na indústria da construção, para proteger os produtores comunitários - incluindo a ArcelorMittal – das importações mais baratas, decisão que vem intensificar as tensões comerciais.

Negócios negocios@negocios.pt 14 de Dezembro de 2007 às 13:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A União Europeia ameaçou impôr tarifas sobre o aço da China, utilizado na indústria da construção, para proteger os produtores comunitários - incluindo a ArcelorMittal – das importações mais baratas, decisão que vem intensificar as tensões comerciais.

A UE deu início a um inquérito para apurar se os exportadores chineses, incluindo a Baoshan Iron & Steel e a Wuhan Iron & Steel, vendem aço laminado plano na região comunitária abaixo dos preços domésticos ou dos custos de produção, uma prática conhecida como "dumping". A investigação abrange a liga metálica de ferro revestida a quente e os produtos de aço laminado plano.

A investigação vai determinar se o aço está a ser alvo de "dumping" e até que ponto esse potencial "dumping" tem sido prejudicial, anunciou hoje a Comissão Europeia, citada pela Bloomberg.

A CE tem nove meses para decidir se impõe direitos provisionais anti-dumping durante seis meses e os governos da UE dispõem de 15 meses para decidirem se aplicam direitos alfandegários "definitivos" durante cinco anos.

O aço poderá tornar-se o próximo tema quente nas relações comerciais entre a UE e a China. A Europa já alega que a moeda chinesa está subavaliada e que o défice comercial com aquele país asiático está a aumentar em 20 milhões de dólares à hora.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias