Investidor Privado Vale a pena passar cartão aos bancos na Europa?
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Vale a pena passar cartão aos bancos na Europa?

Depois de terem sido castigados durante a crise financeira, os bancos têm-se destacado. E as perspectivas para a evolução do sector mantêm-se optimistas. Conheça os bancos para investir em 2018.
Vale a pena passar cartão aos bancos na Europa?
Patrícia Abreu José Tiny - Ilustração 26 de fevereiro de 2018 às 10:14

O sector financeiro foi fortemente penalizado durante os anos da crise financeira. Mas, aos poucos, os bancos voltam ao radar dos investidores, animados pelas melhores perspectivas para a economia e face à expectativa de subida de juros. E os tí)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Onde se ganha mais dinheiro em Bolsa (1) 26.02.2018

não é normalmente naquelas situações
em que há consenso tratar-se de boas oportunidades,
o que logicamente se repercute e é descontado no preço.
É, isso sim, naquelas situações,
que, sendo impopulares para os grandes investidores institucionais,
por não apresentarem liquidez suficiente para as suas necessidades,
passam despercebidas aos outros investidores,
por saírem fora das situações típicas a que estão habituados.
Recentemente a “cigarrfimpar.wordpress.com”, apontou um desses casos.
(que designa por “French Regional Banks”),
e que aliás é um interessante exemplo da estratégia preconizada
por um discípulo de Buffett, Mohnish Pabrai,
citado no artigo de hoje do J. Negócios,
da autoria de Patricia Abreu, “Quanto vale um almoço com Buffett”.
De facto, saia “caras ou coroas”,
(nos termos da estratégia de Pabrai,
referida no comentário àquele artigo de um anónimo “Advogado do Diabo”),
o investidor poderá sempre em princípio lucrar.

comentários mais recentes
Anónimo 26.02.2018

Cara autora, permita-me relembrar que quem foi castigado por causa da banca foram os países as economias as pessoas e as empresas que se viram numa situação de bancarrota da banca privada. Não custa nada lembrar porque não se pode repetir uma situação destas. O neo-liberalismo faliu!

Onde se ganha mais dinheiro em Bolsa (1) 26.02.2018

não é normalmente naquelas situações
em que há consenso tratar-se de boas oportunidades,
o que logicamente se repercute e é descontado no preço.
É, isso sim, naquelas situações,
que, sendo impopulares para os grandes investidores institucionais,
por não apresentarem liquidez suficiente para as suas necessidades,
passam despercebidas aos outros investidores,
por saírem fora das situações típicas a que estão habituados.
Recentemente a “cigarrfimpar.wordpress.com”, apontou um desses casos.
(que designa por “French Regional Banks”),
e que aliás é um interessante exemplo da estratégia preconizada
por um discípulo de Buffett, Mohnish Pabrai,
citado no artigo de hoje do J. Negócios,
da autoria de Patricia Abreu, “Quanto vale um almoço com Buffett”.
De facto, saia “caras ou coroas”,
(nos termos da estratégia de Pabrai,
referida no comentário àquele artigo de um anónimo “Advogado do Diabo”),
o investidor poderá sempre em princípio lucrar.

General Ciresp 26.02.2018

Nao vale,mas vai valer e mais depressa do q muita gente pensa.Quando ai chegar os bancos vao perceber q vao ter de fazer nova ronda de despedimentos.O chikinho draghi desgracou o tecido bancario portugues.Ainda nao consegui digerir aquela da cx geral depenados fazerem 1 emprestimo perpetuo a 10,75%.

Onde se ganha mais dinheiro em Bolsa (2) 26.02.2018

Se tem a sorte de lhe sair “caras”,
o investidor poderá multiplicar rapidamente
o seu património por 2 ou 3,
isto porque está em Tribunal um Processo,
da Associação dos Investidores Minoritários,
que, a ter decisão favorável aos investidores,
vai-se traduzir-se, para muitos dos bancos abrangidos, na obrigatoriedade de uma OPA,
determinante da supracitada valorização face aos atuais ratios;
Se se lhe sai “coroas”,
e há uma ideia básica “à Buffett” de ficar com os títulos para sempre,
(como é o meu caso, investidor desde Março de 2009 naqueles títulos,
um dos quais chegou a ter o melhor PER real que alguma vez encontrei,
em qualquer investimento sólido, em toda a minha vida),
então o investidor poderá contar,
para um conjunto de 5 pequenos bancos,
com uma rendibilidade total da ordem dos 10% ano (estimativa minha).
É de referir que a % de crédito mal parado, é insignificante,
face aos valores típicos entre nós,
e os rácios de capital chegam
a ser duplos do exigido pelo BCE.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub