Bolsa Valor de ofertas retiradas em 2016 em níveis pré-crise

Valor de ofertas retiradas em 2016 em níveis pré-crise

Após o cancelamento da fusão entre a Allergan e a Pfizer, o valor de ofertas retiradas disparou para máximos de 2007.
Valor de ofertas retiradas em 2016 em níveis pré-crise
Patrícia Abreu 06 de abril de 2016 às 19:32

Era um dos maiores negócios anunciados em 2016, mas alterações legislativas nos Estados Unidos deitaram por terra os planos de fusão entre a Allergan e a Pfizer. Mas esta é apenas uma de muitas transacções que já foram canceladas em 2016. O montante envolvido em operações de fusões e aquisições retiradas este ano está no valor mais elevado desde 2007.

Apenas desde o arranque de 2016 já foram cancelados negócios avaliados em 375,8 mil milhões de dólares, o valor mais elevado desde 2007, altura em que, no mesmo período, foram retiradas ofertas no valor de 405,9 mil milhões de dólares, segundo dados da Dealogic citados pelo Financial Times.

Apenas a fusão entre a Allergan e a Pfizer representa uma grande fatia deste valor. A operação que foi cancelada esta quarta-feira, 6 de Abril, estava avaliada em 160 mil milhões de dólares.

No total foram suspensas 216 transacções em 206, abaixo das 276 operações que não avançaram no mesmo período do ano passado, mas cujo valor era de apenas 90 mil milhões de dólares.

Além da Allergan, este ano foi cancelada outra grande operação. A Honeywell desistiu para comprar a United Technologies, retirando a oferta no valor de 103 mil milhões de dólares.

Depois de um 2015 forte em volumes de fusões e aquisições a expectativa era de que este ano também fosse marcado por muitos negócios, mas o clima de instabilidade nos mercados financeiros tem obrigado as empresas a agirem com maior cautela.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI