Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Valor médio da avaliação bancária de imóveis volta a descer em Março

O valor médio da avaliação bancária registou uma diminuição de 0,8%, em Março, face ao mês anterior para se situar em 993 euros por metro quadrado.

Bruno Simão/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 24 de Abril de 2014 às 12:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O valor médio da avaliação que os bancos fazem dos imóveis, no âmbito da concessão de crédito à habitação, para o total do País, voltou a cair em Março, prolongando a descida que se regista desde o final de 2013. As regiões do Norte e Lisboa protagonizaram as maiores descidas, enquanto o Alentejo foi a única zona a registar um aumento do valor de avaliação.

 

O valor médio da avaliação bancária registou uma diminuição de 0,8%, em Março, face ao mês anterior e uma subida homóloga de 1,2%, para se situar em 993 euros por metro quadrado, segundo os dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

No que diz respeito aos apartamentos, o valor médio de avaliação bancária fixou-se em 1.017 euros por metro quadrado, em Março, inferior em 1,2% ao valor observado em Fevereiro. A Região Autónoma dos Açores foi a zona que apresentou a diminuição mais acentuada (-6,2%) para um valor médio de avaliação de 1.093 euros por metro quadrado. O valor médio de avaliação para as tipologias de apartamentos T2 e T3, para o total do País, situou-se em 999 e 975 euros por metro quadrado, respectivamente.

 

O valor médio de avaliação bancária das moradias, para o total do País, fixou-se em 950 euros por metro quadrado em Março, traduzindo uma diminuição de 4 euros por metro quadrado comparativamente ao valor observado em Fevereiro. A maioria das regiões registou variações negativas, destacando-se a região do Norte como a mais influente para a variação do total do País, com uma redução de 1,7% para um valor médio de avaliação de 878 euros por metro quadrado. As moradias de tipologia T3 e T4 registaram, para o total do País, valores médios de avaliação de 933 euros e 953 euros, respectivamente.

 

Este indicador é fundamental para quem quer comprar casa através de crédito bancário. É que os bancos usam o valor da avaliação para determinar qual o montante que emprestam. Regra geral, os bancos financiam até 80% da avaliação. O que significa que se uma casa for avaliada em 100 mil euros, a banca empresta até 80 mil euros. E quanto maior for a diferença entre a avaliação feita do imóvel e o valor do empréstimo melhor serão as condições de financiamento.

Ver comentários
Saber mais Lisboa Alentejo Instituto Nacional de Estatística banca avaliação bancária
Mais lidas
Outras Notícias