Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Venda de casas aumenta 21% em 2017. Preços em máximos de oito anos

Os preços das casas aumentaram mais de 9%, no ano passado. Foram vendidas mais de 150 mil casas, revela o INE.

Miguel Baltazar
Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 23 de Março de 2018 às 11:14
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...

Foram vendidas 153.292 casas, em 2017, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE), esta sexta-feira. Isto significou um aumento de 20,6% face ao ano anterior. E este crescimento das vendas foi acompanhado por uma subida dos preços. O valor das habitações aumentou 9,2% face a 2016 e atingiu um máximo desde, pelo menos 2009, quando estes dados começaram a ser publicados.

"Em 2017, o Índice de Preços da Habitação apresentou uma variação média anual de 9,2%. O aumento observado excedeu em 2,1 pontos percentuais (p.p.) o ritmo de crescimento registado em 2016", revela o INE. Este aumento dos preços foi mais expressivo nas casas usadas (10,4%) do que nas novas (5,6%). Ou seja, os preços das casas usadas cresceram quase o dobro das novas.

No último trimestre do ano passado, os preços aumentaram 10,5% face ao período homólogo. E também neste período as casas usadas viram os seus preços subir mais, cresceram 11,8% enquanto o das casas novas subiram 5,9%.

Ainda assim, o INE sublinha que se verificou um abrandamento na subida dos preços nos últimos três meses do ano. Isto porque, no quarto trimestre, os preços aumentaram 1,2% depois de terem avançado 3,5% no trimestre anterior.

Quanto às vendas, em 2017, "foram transaccionadas 153.292 habitações, um número que representa um aumento de 20,6% face a 2016", ou seja, foram vendidas mais 26.186 habitações, adianta o INE. Foi o número mais elevado dos últimos nove anos. Estas transacções ascenderam a 19,3 mil milhões de euros, mais 30,6% do que em 2016.

"Os alojamentos existentes continuaram a representar a maior parte das transacções realizadas durante o último ano, tendo o seu peso relativo no total de transacções aumentado em 1,5 pontos percentuais para 84,5%", acrescenta o INE. O número de casas usadas vendidas aumentou 22,8%, o que supera o crescimento de 9,8% registado na venda de casas novas.

As habitações transaccionadas nos últimos três meses de 2017 totalizaram aproximadamente 5,6 mil milhões de euros, mais 37,8% em termos homólogos e 14,8% comparativamente com o trimestre anterior. Foram vendidas 42.445 habitações, mais 8.106 do que no período homólogo.

"Em 2017, as duas regiões com maior número de transacções (a Área Metropolitana de Lisboa e a região do Norte) concentraram 64,3% do número total das transacções realizadas, o que constitui um novo máximo na série disponível", conclui o INE.


(Notícia actualizada às 11:30 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais habitação casas vendas preços INE
Outras Notícias