Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Venda de receitas futuras com impacto “potencialmente positivo” na Brisa

A venda de receitas futuras para refinanciar dívida de curto-prazo tem um impacto "potencialmente positivo" na Brisa, consideram os analistas do BPI que prevêm que a operação, anunciada ontem, deverá contribuir para baixar os custos médios.

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 20 de Dezembro de 2007 às 10:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A venda de receitas futuras para refinanciar dívida de curto-prazo tem um impacto "potencialmente positivo" na Brisa, consideram os analistas do BPI que prevêm que a operação, anunciada ontem, deverá contribuir para baixar os custos médios.

A Brisa anunciou ontem que vai ceder uma carteira de créditos futuros à sociedade de titularização de crédito Tagus, correspondentes a taxas de portagem a cobrar nas auto-estradas de que é concessionária, no valor de 400 milhões de euros. O encaixe será utilizado para refinanciar dévida de curto-prazo.

Os analistas do BPI consideram que esta operação tem um impacto "potencialmente positivo" na avaliação da concessionária.

"O custo implícito não foi revelado mas deverá melhorar os custos médios e atenuar alguma possível preocupação sobre o refinanciamento da dívida existente", explicam no Iberian Daily de hoje.

Já o CaixaBI considera que o impacto desta operação é "neutro" uma vez que "apesar de permitir aumentar a maturidade da divida da Brisa, o impacto ao nível dos custos financeiros deverá ser limitado".

O BPI e o CaixaBI recomendam "comprar" Brisa com preços-alvo de 11,35 e 12 euros, respectivamente.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias