Bolsa Wall Street em queda ligeira com investidores atentos ao plano fiscal

Wall Street em queda ligeira com investidores atentos ao plano fiscal

As principais praças dos Estados Unidos abriram a última sessão desta semana em terreno negativo, numa altura em que os investidores tentam perceber se a reforma fiscal promovida pelo Partido Republicano tem condições para avançar no Congresso.
Wall Street em queda ligeira com investidores atentos ao plano fiscal
reuters
David Santiago 17 de novembro de 2017 às 14:44

O índice Dow Jones abriu a sessão desta sexta-feira a descer 0,29% para 23.389,71 pontos, seguido pelo Standard & Poor’s 500 a ceder 0,12% para 2.582,41 pontos, enquanto o Nasdaq Composite começou o dia a negociar inalterado nos 6.793,24 pontos.

Numa semana agitada para os principais índices bolsistas dos Estados Unidos e num momento em que está próximo o fim do período de apresentação de resultados, os investidores americanos concentram cada vez mais atenções na reforma fiscal prometida pela administração liderada por Donald Trump.

 

Esta quinta-feira, a proposta fiscal dos republicanos foi aprovada na Câmara dos Representantes (câmara baixa) do Congresso americano, no que configura um passo importante num caminho até agora atribulado do plano fiscal de Donald Trump.

 

A proposta aprovada configura a maior mudança fiscal nos Estados Unidos desde os anos 1980, porém será preciso conciliar os cortes aprovados com a versão ainda em discussão no Senado americano. Contudo, a proposta apresentada pelos senadores republicanos adia para 2019 a implementação do corte da taxa de IRC de 35% para 20%.

 

Também a marcar a sessão está a subida do preço do petróleo nos mercados internacionais, com o West Texas Intermediate (WTI); transaccionado em Nova Iorque, a subir 1,32% para 55,87 dólares por barril. No entanto, o crude deverá fechar a semana com a primeira desvalorização semanal em seis semanas.

 

Apesar da subida momentânea do petróleo, as principais petrolíferas americanas seguem em queda. A Exxon perde 0,24% para 80,36 dólares, a Chevron cede 0,01% para 114,50 dólares e a Marathon Petroleum desliza 0,04% para 61,96 dólares.


Em destaque pela positiva está a Tesla que soma 2,87% para 321,47 dólares, isto depois de o fundador da empresa, Elon Mask, ter ontem apresentado o primeiro camião da marca e, de caminho, ter revelado o próximo desportivo que promete ser o mais rápido de sempre. 


(Notícia actualizada às 14:57)




pub