Bolsa Wall Street em recordes à espera da reforma fiscal

Wall Street em recordes à espera da reforma fiscal

As bolsas norte-americanas encerraram em terreno positivo, tendo marcado novos máximos históricos, com a maioria dos sectores em alta, num dia em que tudo aponta para que a esperada reforma fiscal esteja já ultimada e pronta a ser votada na próxima semana no Congresso.
Wall Street em recordes à espera da reforma fiscal
Reuters
Carla Pedro 15 de dezembro de 2017 às 22:00

O Dow Jones encerrou a ganhar 0,58% para 24.651,74 pontos. Na negociação intradiária atingiu um valor nunca antes visto, nos 24.688,62 pontos.

 

Também o Standard & Poor’s 500 fixou um novo máximo de sempre, ao tocar a meio da jornada nos 2.679,63 pontos, tendo terminado a sessão a subir 0,90% para 2.675,81 pontos.

 

Também o tecnológico Nasdaq Composite atingiu um valor nunca antes visto, ao tocar nos 6.945,82 pontos. O índice fechou a somar 1,17% para 6.936,58 pontos.

 

As praças bolsistas dos EUA estiveram a ser sustentadas pela expectativa de que a reforma fiscal da Administração já tenha todas as arestas limadas e esteja pronta a ser votada na próxima semana no Congresso.

 

Os investidores aguardavam que os republicanos anunciassem ainda esta sexta-feira os pormenores finais do seu plano de reforma fiscal, sendo que a votação decisiva da Câmara dos Representantes e Senado – as duas casas que compõem o Congresso – será na próxima semana.

 

A sessão de hoje foi de maior volatilidade, já que se tratou dia de bruxaria quádrupla ("quadruple witching") nos mercados de ambos os lados do Atlântico. Isto acontece quando se dá o vencimento simultâneo de quatro contratos: futuros e opções sobre índices e acções, tanto nos EUA como na Europa.

 

Trata-se de um dia historicamente mais volátil, especialmente na última hora de negociação, porque os investidores que precisam de fechar posições podem movimentar o mercado a qualquer preço, levando as cotações a oscilarem erraticamente.

 

O ‘quadruple witching’ ocorre quatro vezes por ano, nas terceiras sextas-feiras dos meses de Março, Junho, Setembro e Dezembro.