Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street esbarra com novos casos do vírus e recua de recordes

Uma reviravolta na contagem dos infetados com coronavírus é acompanhada por uma reviravolta na bolsa norte-americana, que cai e se afasta dos recentes máximos de sempre.

Reuters
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 13 de Fevereiro de 2020 às 14:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Depois da renovação sucessiva de máximos históricos na bolsa nova-iorquina, os três principais índices seguem agora rumo à direção oposta. A devolver as bolsas ao vermelho estão números que denunciam um aumento inesperado de novos casos de coronavírus.

O generalista S&P500 está a cair 0,33% para os 3.368,25 pontos, o industrial Dow Jones a descer 0,44% para os 29.422,75 pontos e o tecnológico Nasdaq cede 0,48% para os 9.679,50 pontos.

Os três índices registaram novos máximos de sempre na última sessão. O sentimento mudou depois de a China ter alterado o método de contagem do número de infetados, detetando 15.000 novos casos e fechando um total de 60.000. As mortes já ultrapassam as 1.300, com mais de 200 confirmações no dia de hoje.

No mundo empresarial, a Tesla destaca-se no vermelho, depois de ter anunciado que vai emitir novas ações no valor de dois mil milhões de dólares, aproveitando a subida da cotação em Wall Street. As ações da cotada estão a descer 1,73% para os 754 dólares, depois de terem depreciado 4% na pré-negociação em Wall Street.

Ver comentários
Saber mais Wall Street economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa
Mais lidas
Outras Notícias