Bolsa Wall Street prolonga ganhos com progressos na discussão EUA-China

Wall Street prolonga ganhos com progressos na discussão EUA-China

As principais praças dos Estados Unidos voltaram a negociar no verde, animadas pelo otimismo reforçado quanto a um desfecho positivo nas conversações entre Washington e Pequim com vista a um acordo comercial.
Wall Street prolonga ganhos com progressos na discussão EUA-China
Reuters
David Santiago 13 de fevereiro de 2019 às 21:08

O índice Dow Jones encerrou a sessão desta quarta-feira, 13 de fevereiro, a avançar 0,46% para 25.542,73 pontos num dia em que também os índices Nasdaq Composite (+ 0,08% para 7.420,38 pontos) e Standard & Poor’s 500 (+0,30% para 2.753,03 pontos) fecharam em alta.

As declarações do líder do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, reforçaram a confiança dos investidores e deram gás a nova sessão de ganhos em Wall Street. Em Pequim, Mnuchin afirmou que as negociações com as autoridades chinesas "vão bem até agora" e antecipou reuniões "produtivas" nos próximos dias.

Esta declaração contribuiu para o reforço da expectativa quanto à possibilidade de EUA e China poderem firmar um acordo que permita equilibrar a relação comercial entre as duas maiores economias do mundo e pôr fim ao diferendo que provocou a imposição mútua de taxas aduaneiras reforçadas.

Também a marcar a negociação bolsista em Wall Street estiveram os mais recentes dados relativos à inflação nos EUA. Segundo o Departamento do Trabalho, em janeiro os preços no consumidor permaneceram inalterados pelo terceiro mês consecutivo.

A estabilização na evolução da inflação é um fator adicional para que a Reserva Federal norte-americana opte por não decretar novos aumentos dos juros, isto depois de o banco central ter recentemente passado a admitir nem sequer elevar o custo do dinheiro em 2019, isto quando até aqui mantinha a intenção de prosseguir com aumentos graduais da taxa de juro diretora.

Uma das notícias do dia foi o anúncio de que a Levi Strauss vai entrar em bolsa, o que acabou por influenciar negativamente as rivais que já estão cotadas no mercado bolsista. A Abercrombie & Fitch perdeu 2,41% para 21,46 dólares, a Gap recuou 0,16% para 25,11 dólares e a American Eagle Outfitters resvalou 1,39% para 20,56 dólares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI