Bolsa Wall Street recupera após pior sessão desde posse de Trump

Wall Street recupera após pior sessão desde posse de Trump

Num dia em que as principais praças dos Estados Unidos negociaram sem tendência definida, com os índices Nasdaq e S&P 500 a recuperarem parte das perdas registadas na última sessão, a pior desde Janeiro.
Wall Street recupera após pior sessão desde posse de Trump
Reuters
David Santiago 22 de março de 2017 às 20:11

O Dow Jones fechou a sessão desta quarta-feira, 22 de Março, a ceder 0,03% para 20.662,84 pontos numa sessão em que o índice industrial chegou a tocar no valor mais baixo desde 17 de Fevereiro.  

 

Já o tecnológico Nasdaq Composite acabou o dia a ganhar 0,48% para 5.821,64 pontos, acompanhando pelo Standard & Poor’s 500 que fechou a sessão a somar 0,19% para 2.348,44 pontos. Isto num dia em que ambos os índices transaccionaram em mínimos de 15 de Fevereiro.

 

A sessão desta quarta-feira seguiu-se ao pior desempenho de Wall Street desde Janeiro, mês em que Donald Trump tomou posse como presidente dos Estados Unidos. No entanto a sessão de hoje foi marcada pela divisão de sentimentos dos investidores, com as principais praças americanas a alternarem entre ganhos e perdas ao longo do dia.

 

Ainda a provocar apreensão junto dos mercados está a governação de Donald Trump, que tem nos últimos dias contribuído para refrear o optimismo inicial que se seguiu à vitória nas eleições de 8 de Novembro, decorrente, em especial, das promessas de aumento da despesa pública e de cortes fiscais às empresas e às famílias.

 

Contudo, o atraso verificado na apresentação das medidas concretas do seu plano económico bem como as dificuldades esperadas na aprovação das mesmas pelo Congresso estão a reforçar as dúvidas em torno da capacidade da actual administração para colocar efectivamente em prática as medidas prometidas.

A agravar ainda mais a preocupação dos investidores está a aparente incapacidade da administração Trump em avançar com uma alternativa ao Obamacare, num momento em que os congressistas republicanos parecem estar a perder o apoio necessário à substituição do sistema de saúde promovido pelo ex-presidente, Barack Obama. A controversa legislação (o chamado Trumpcare) vai a votação esta quinta-feira na Câmara dos Representantes.

 

Também a marcar a sessão esteve desvalorização do petróleo, um dia em que o Brent, negociado em Londres, transaccionou em mínimos de Novembro e abaixo dos 50 dólares por barril, o que aconteceu pela primeira vez em 2017.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI