Bolsa Wall Street em alta após aumento do emprego

Wall Street em alta após aumento do emprego

As bolsas norte-americanas abriram em alta esta sexta-feira, após a divulgação dos dados oficiais que a economia criou 292 mil postos de trabalho em Dezembro, acima das expectativas dos analistas.
A carregar o vídeo ...
Inês F. Alves 08 de janeiro de 2016 às 14:41
As bolsas norte-americanas abriram em alta esta sexta-feira, com o índice industrial Dow Jones a somar 0,67% para 16.625,28 pontos e o tecnológico Nasdaq a valorizar 0,92% para 4.732,402 pontos. O índice S&P500, que reúne as 500 maiores empresas do país, soma 0,7% para 1.956,25 pontos.

Os mercados estão a reagir positivamente aos dados divulgados esta sexta-feira sobre o número de empregos criados pela economia norte-americana em Dezembro. 

No último mês de 2015 foram criados 292 mil novos postos de trabalho nos EUA, acima das melhores expectativas da Bloomberg, que contava com um aumento na ordem dos 200 mil postos de trabalho. A taxa de desemprego manteve-se nos 5%.

"Este é um sinal de que a economia norte-americana continua muito forte e dá uma forte justificação para o aumento das taxas de juro pela Reserva Federal norte-americana no mês passado", diz Michael James, director da Wedbush Securities, citado pela Bloomberg.

A instituição liderada por Janet Yellen aprovou a subida dos juros nos EUA a 16 de Dezembro, passando a taxa de referência para entre 0,25% e 0,5%, depois de ter estado sete anos no actual mínimo histórico.


Escreve a agência Bloomberg que a intervenção das autoridades chinesas no mercado está também a tranquilizar os investidores sobre um eventual contágio. Os fundos estatais do país compraram acções de empresas cotadas na bolsa chinesa, o que levou os índices a recuperarem cerca de 2%.

Para contrariar forte queda registada na bolsa na sessão de quinta-feira, as autoridades chinesas também anunciaram o cancelamento do sistema automático que suspende a negociação bolsista quando há desvalorizações acima de 7%.

Além disso, o banco central chinês elevou em 0,5% a taxa de câmbio diária do yuan face ao 
dólar, depois de a ter cortado nas oito sessões anteriores. 

Entre as cotadas que compõe o Dow Jones, a Boeing soma 1% para 134,34 dólares, o Bank of America avança 1,23% para 15,69 dólares e o Goldman Sachs ganha 1,99% para 167,89 dólares. 

No sector tecnológico, a Amazon soma 1,80% para 618,88 dólares, o Facebook avança 2% para 99,88 dólares e o Google sobe 0,34% para 728,89 dólares.

A Apple, por sua vez, avança 1,81% para 98,20 dólares depois de ter encerrado ontem, pela primeira vez desde Outubro de 2014, abaixo dos 100 dólares por acção.

A empresa liderada por Tim Cook fechou a cair mais de 4% para os 96,45 dólares por acção na sessão desta quinta-feira, um recuo justificado pela quebra na procura de iPhones.

(Notícia actualizada às 15:19)



pub

Marketing Automation certified by E-GOI