Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em queda com pessimismo crescente na economia (act.)

Praças americanas no vermelho pela quinta sessão consecutiva enquanto dados económicos reforçam as dúvidas em relação à recuperação económica mundial

Pedro Carreira Garcia pedrogarcia@negocios.pt 25 de Agosto de 2010 às 14:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O índice industrial norte-americano, o Dow Jones, segue a registar quedas de 0,76%, a cair para os 9.964,51, já abaixo da barreira psicológica dos 10.000 pontos.

A pressionar o índice estão a Disney, a cair 1,09% para os 31,79 dólares, a Caterpillar, com quedas de 1,31% para os 64,19 dólares e a Boeing, a depreciar 0,87% para os 60,40 dólares.

O Nasdaq segue a declinar 0,81%, para os 2.106,50 pontos, enquanto o índice S&P500 cai 1% para os 1.041,39 pontos.

As preocupações com a dívida europeia estão a contribuir para o pessimismo nos mercados, no dia em que o “rating” da Irlanda foi revisto para o nível AA- pela Standard & Poor’s, a menor avaliação desde 1995. Nos Estados Unidos, os indicadores também não são animadores, depois da divulgação de índices oficiais em relação ao mercado imobiliário com resultados mais pessimistas do que o esperado pelos analistas.

As vendas de casas novas nos Estados Unidos manter-se-ão a um ritmo de 330.000 casas vendidas em termos anuais em relação a Julho, o segundo valor mais baixo até hoje registado, segundo a Bloomberg.

Foi também hoje anunciado que as encomendas de bens duradouros, produzidos nos Estados Unidos, aumentaram menos do que esperado em Julho. As encomendas de bens duráveis até pelo menos três anos subiram penas 0,3%, quando a média das avaliações dos 75 economistas ouvidos pela Bloomberg apontava para uma subida de 3%. Este é mais um sinal de abrandamento da maior economia do mundo.

O iene está também a criar perturbações nos mercados com a escalada de valorização verificada nos últimos dias, propondo-se já o ministro das Finanças nipónico a tomar “medidas apropriadas” para conter estas subidas, num país cuja economia se baseia maioritariamente em exportações.


Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias