Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street em queda pela primeira vez em três sessões

As bolsas dos Estados Unidos abriram em queda ligeira, depois de, na última sessão, terem registado a maior subida desde Março, que levou o S&P500 a negociar próximo do recorde de sempre.

Rita Faria afaria@negocios.pt 11 de Maio de 2015 às 14:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os principais índices norte-americanos abriram em queda esta segunda-feira, 11 de Maio, pela primeira vez em três sessões, com os investidores a analisarem os resultados trimestrais das empresas norte-americanas.

 

O índice industrial Dow Jones desce 0,15% para 18.164,39 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq cai 0,08% para 4.999,76 pontos. Já o S&P500 desvaloriza 0,2% para 2.112,66 pontos.

 

Na sexta-feira, as acções norte-americanas registaram a maior subida desde Março, depois de ter sido divulgado que as contratações nos Estados Unidos subiram em Abril, num sinal de que as empresas estão mais optimistas na recuperação da economia norte-americana depois da desaceleração no inverno. O S&P500 negociou próximo do máximo histórico atingido no final de Abril de 2.125,92 pontos.

 

"Parece que estamos a assistir a uma tendência de recuperação lenta nos Estados Unidos, com muitos dos obstáculos do primeiro trimestre a dissiparem-se", afirmou, em declarações à Bloomberg, Kully Samra, analista da Charles Schwab, em Londres. "O mercado vai continuar volátil na medida em que nos aproximamos de um aumento dos juros por parte da Fed".

 

Os dados de emprego reforçaram o optimismo dos investidores de que o crescimento económico está a acelerar, ainda que o ritmo de recuperação não seja rápido o suficiente para justificar uma subida dos juros em Junho. As preocupações com o ‘timing’ em que a Fed subirá as taxas, juntamente com as previsões de uma queda nos lucros das empresas, têm feito as acções oscilar entre ganhos e perdas durante as últimas cinco semanas.

 

No entanto, as empresas têm superado as estimativas de resultados, e já levaram os analistas a reverem as suas projecções. Os membros do S&P500 estão agora a caminho de alcançar um crescimento de 0,2% dos lucros no primeiro trimestre, quando as projecções apontavam para um declínio de 5,8%.  

 

Em destaque na sessão desta segunda-feira está a Rosetta Resources, que valoriza 29,16% para 25 dólares por acção, depois de a Noble Energy ter acordado a compra da empresa por 2,1 mil milhões de dólares. Os títulos da Noble Energy sosbem 0,23% para 17,14 dólares. 

 

Já a Cisco Systems avança 1,54% para 29,68 dólares, depois de a Pacific Crest Securities ter recomendadao a compra das acções da empresa. 

 
(Notícia actualizada às 14h51 com cotações)

 

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos economia negócios e finanças Fed mercado e câmbios bolsa
Mais lidas
Outras Notícias