Mercados Wall Street encerra em alta ligeira

Wall Street encerra em alta ligeira

Os mercados norte-americanos encerraram esta terça-feira em alta ligeira e recuperaram do pior arranque anual em 15 anos.
Wall Street encerra em alta ligeira
Bloomberg
Negócios 05 de janeiro de 2016 às 21:19

O índice industrial Dow Jones fechou a sessão desta terça-feira, 5 de Janeiro, a subir 0,06% para 17.158,66 pontos, acompanhado pelo S&P500 que encerrou a subir 0,2% para 2.016,86 pontos. Já o índice tecnológico Nasdaq perdeu 0,24% para 4.891,460 pontos.

Os mercados norte-americanos recuperaram, assim, ainda que ligeiramente da pior primeira sessão de ano desde 2001, penalizados pelas fortes perdas das bolsas chinesas que acabaram por pressionar as bolsas da Europa e dos Estados Unidos. Foi mesmo o sexto pior arranque de ano do S&P 500 desde 1932.

Numa sessão marcada pela volatilidade, a bolsa chinesa acabou por fechar a sessão de hoje em alta, o que também se deveu ao facto de fundos de investimento apoiados pelo Estado chinês terem contribuído para uma negociação de títulos accionistas mais favorável, escreve a agência Bloomberg. Isto depois de ontem a bolsa chinesa ter registado a pior sessão bolsista de início de ano de sempre.


A Bloomberg refere ainda que nos Estados Unidos os investidores também demonstram algumas reticências face ao futuro próximo. Por um lado, houve um acréscimo de precaução depois de a Reserva Federal ter decretado, em Dezembro último, o primeiro aumento da taxa de juro directora desde 2006. Havendo a expectativa de novas subidas, que a Fed já avisou que serão feitas de forma gradual, ao longo deste ano.


Por outro lado, os investidores conhecem as estimativas que apontam para o pequeno, ou mesmo inexistente, crescimento dos lucros das empresas norte-americanas ao longo do primeiro semestre de 2016.


Também esta segunda-feira foi divulgado um relatório que mostrou que a produção industrial norte-americana registou a maior contracção em seis anos, factor que contribuiu para elevar o grau de preocupação relativa ao abrandamento económico da China e à diminuição de importações de matérias-primas. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI