Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Wall Street inverte tendência devido à crise da dívida europeia

Os principais mercados norte-americanos inverteram a tendência positiva devido às preocupações com a crise da dívida europeia e com o abrandamento do crescimento económico chinês.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 03 de Junho de 2010 às 19:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Os principais mercados norte-americanos inverteram a tendência positiva devido às preocupações com a crise da dívida europeia e com o abrandamento do crescimento económico chinês.

O Dow Jones perde 0,37% para os 10.212,05 pontos e o S&P 500 recua 0,15% para os 1.096,76 pontos. Apenas o Nasdaq continua em alta com um ganho de 0,28% para os 2.287,52 pontos.

Um dos sectores mais penalizado é a banca devido à especulação de que o Banco Central Europeu vai necessitar de tomar mais medidas para aumentar liquidez no sistema financeiro europeu.

"Isto lança para os mercados um sinal de que o BCE sabe algo que os mercados não sabem, sugerindo que a situação é pior do que pensa", afirmou um analista à agência Bloomberg.

No sector bancário norte-americano, as acções da Wells Fargo e do JP Morgan descem mais de 1%.

Em queda segue também a Freeport-McMoRan Cooper & Gold, que já perde mais de 5,5%. A empresa tema que os planos da China para travar o crescimento económico do país possam afectar a procura por matérias-primas.
Ver comentários
Outras Notícias