Bolsa Walmart ofusca bom desempenho das tecnologias

Walmart ofusca bom desempenho das tecnologias

As bolsas norte-americanas encerraram em terreno misto esta terça-feira, com a queda dos títulos da Walmart a pressionar sobretudo o Dow Jones e o Standard & Poor’s 500. Em contrapartida, o Nasdaq negociou no verde, sustentado pelo bom momento das tecnologias, mas terminou a ceder ligeiramente.
Walmart ofusca bom desempenho das tecnologias
EPA
Carla Pedro 20 de fevereiro de 2018 às 21:18

O Dow Jones fechou a cair 1,01%, para se fixar nos 24.964,75 pontos, e o Standard & Poor’s 500 seguiu a mesma tendência, a recuar 0,58% para 2.716,26 pontos.

 

Este movimento negativo foi acompanhado pelo tecnológico Nasdaq Composite, se bem que em menor dimensão, ao perder 0,07%, para 7.234,31 pontos.

 

A pressionar as transacções em Wall Street esteve a forte queda da retalhista Walmart, depois de ter reportado lucros abaixo do esperado e uma forte queda no crescimento das vendas online durante o período natalício.

 

As acções da Walmart afundaram 10,17% no fecho, naquela que foi a maior descida percentual desde Outubro de 2015. Esta tendência de queda estendeu-se a outras grandes empresas do sector, como a Target e a Kroger.

 

Do lado dos ganhos, o destaque esteve nas tecnológicas, que animaram o Nasdaq mas não o impediram de fechar no vermelho, se bem que com uma descida marginal.

 

A Amazon sobressaiu com uma subida de 1,36% para 1.468,35 dólares.

 

Entretanto, a Qualcomm deslizou 1,33% depois de ter elevado a sua oferta de compra sobre a NXP Semiconductors NV, de 110 para 127,50 dólares por acção. Já as acções da NXP dispararam 5,96%.

 

"O que se está a passar com a Qualcomm e com a sua oferta de compra sobre a NXP está a tornar os semicondutores mais atractivos", comentou à Reuters o principal estratega da TD Ameritrade em Chicago, JJ Kinahan.