Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Zon e banca mantêm PSI-20 em terreno negativo

O principal índice da praça de Lisboa segue a negociar em terreno negativo e acompanha a tendência das principais praças europeias.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 07 de Abril de 2014 às 09:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 43
  • ...

O PSI-20 segue a negociar em terreno negativo, perdendo 0,77% para 7.611,46 pontos, com 15 empresas em terreno negativo, quatro inalteradas e uma em alta. No resto da Europa, o sentimento é também de perdas, com excepção para o índice grego que soma 0,39%.

 

Na Europa, a marcar a sessão está a fusão entre a Holcim e a Lafarge. A fusão entre as duas empresas deverá estar concluído em 2015, num negócio que foi noticiado ainda na sexta-feira pela agência Bloomberg.

 

Outro dado, a marcar o dia nos mercados é o aumento da produção industrial na Alemanha que terá crescido 0,4% em Fevereiro, face ao mês anterior.

 

Por cá, a penalizar a evolução do PSI-20 está a Zon Optimus e o sector financeiro. Assim, a Zon Optimus cai 1,82% para 5,343 euros e a Portugal Telecom perde 0,69% para 3,178 euros.

 

No sector financeiro, o BES é o banco que mais perde, deslizando 1,66% para 1,425 euros, o BCP desvaloriza 1,19% para 0,233 euros e o BPI cede 0,20% para 1,97 euros. Isto numa altura em que Isabel dos Santos vai reforçar na administração do BPI. A Santoro, “holding” da empresária angolana Isabel dos Santos, vai passar a ter dois representantes no Conselho de Administração do Banco BPI. Mário Leite da Silva, eleito em 2009, era até agora o único representante da empresa angolana na gestão o Banco BPI, mas a lista que os accionistas vão votar na assembleia geral convocada para 23 de Abril contém mais um representante da Santoro.

 

O Banif segue inalterado nos 0,0122 euros.

 

No sector energético a tónica é igualmente de perdas. A EDP Renováveis cai 1,07% para 4,83 euros, a EDP cede 0,25% para 3,207 euros e a Galp Energia desliza 0,59% para 12,595 euros.

 

No retalho, a Jerónimo Martins segue inalterada nos 12,03 euros e a Sonae perde 0,85% para 1,392 euros.

 

Já no que diz respeito ao sector da construção a tendência é negativa, com a Mota-Engil e a Teixeira Duarte a caírem, ambas, 1,50%  para 5,518 euros e 1,113 euros, respectivamente.

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext zon Optimus
Outras Notícias