Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Zon e Sonaecom disparam mais de 10% após acordo para fusão

O acordo entre Isabel dos Santos e a Sonaecom para avançar com a fusão entre a Optimus a Zon está a sustentar a alta da bolsa portuguesa.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Dezembro de 2012 às 08:16

As acções da Zon, Sonaecom e Sonae SGPS estão a reagir em forte alta ao comunicado emitido sexta-feira, que dá conta que as empresas de Isabel dos Santos e a Sonaecom alcançaram um entendimento quanto à fusão entre a Zon e a Optimus.

 

Beneficiando com a alta destas cotadas, o PSI-20 valoriza 0,91% para 5.676,36 pontos, com nove empresas em alta, seis em queda e cinco inalteradas.

 

A Sonaecom é a que mais ganha, com uma subida de 17,19% para 1,80 euros. Segue-se a Zon, que valoriza 13,72% para 3,20 euros e depois a Sonae SGPS, que aprecia 8,4% para 0,723 euros.  

 

Em sentido inverso está a Portugal Telecom, com uma queda de 0,89% para 3,79 euros, pois a potencial fusão entre a Optimus e a Zon criará uma empresa mais próxima da dimensão da operadora liderada por Zeinal Bava.

 

 A Sonaecom e Isabel dos Santos, que detém a Kento e a Jadeium, anunciaram sexta-feira à tarde que chegaram a um acordo no sentido de “promover juntos das administrações da Zon e da Optimus uma operação de fusão entre as duas empresas, por incorporação da Optimus na Zon”.

 

Há ainda outras cotadas a impulsionar a bolsa, com o Banco BPI a subir 1% para 0,909 euros e o BES a ganhar 0,58% para 0,871 euros. A pressionar está a EDP, que desce 0,31% para 2,237 euros, bem como a EDP Renováveis, que cai 1,2% para 4,047 euros.

Nas praças europeias a tendência do início da sessão é negativa, na ressaca do conselho europeu do final da semana passada.

Ver comentários
Saber mais bolsa Zon Sonaecom
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio