Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

AF Investimentos cede quota mas mantém liderança na gestão de fundos mobiliários

A AF Investimentos, gestora de fundos do Grupo BCP, teve uma quota de mercado, no último trimestre de 2001, 3,1 pontos percentuais abaixo do registado no período homólogo, mas manteve a liderança do mercado com uma fatia de 34,8%.

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 25 de Fevereiro de 2002 às 16:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A AF Investimentos, gestora de fundos do Grupo Banco Comercial Português (BCP) [BCP], teve uma quota de mercado, no último trimestre de 2001, 3,1 pontos percentuais abaixo do registado no período homólogo, mas mantém a liderança do mercado com uma fatia de 34,8%, revelou hoje a Comisssão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta quota traduz-se num total de 7,39 mil milhões de euros de activos sob gestão, menos 7,89% que no mesmo período de 2000.

Em segundo lugar surge a CaixaGest, gestora de fundos da Caixa Geral de Depósitos (CGD), com uma quota de mercado de 20,2% nos Fundos de Investimento Mobiliários (FIM) no último trimestre de 2001, tendo cedido 0,4 pontos percentuais para a concorrência e com 4,29 mil milhões de euros sob gestão.

O BPI Fundos, que gere os fundos do banco BPI [BPIN], ganhou 0,1 pontos percentuais para os 17,3% no mesmo período, o que traduz 3,69 mil milhões de euros sob gestão.

A Santander, que gere os fundos do Grupo Totta, foi a instituição que mais quota captou aos seus adversários, saltando de uma parcela de 9,2% para os 12,6% no último trimestre de 2001, ocupando a quarta posição no mercado nacional e com 2,67 mil milhões de euros sob gestão.

A ESAF, gestora de activos financeiros do Grupo Banco Espírito Santo (BES) [BESNN], perdeu 1,3 pontos percentuais para registar uma quota de mercado de 6,6% no último trimestre de 2001, a que correspondem 1,41 mil milhões de euros.

As outras gestoras de FIM, entre as quais se contam a Banifundos, a Central Fundos, BPN Fundos, obtiveram uma quota de 8,5%, valor que compara com os 7,2% registados no mesmo período de 2000.

Outras Notícias