Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundos de pensões agravam perda em 2008 para 5% após queda em Setembro

A rendibilidade mediana dos fundos de pensões portugueses agravou-se para um valor negativo de 5% nos primeiros nove meses deste ano, devido sobretudo ao desempenho de Setembro, segundo as estimativas da Mercer.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 01 de Outubro de 2008 às 12:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A rendibilidade mediana dos fundos de pensões portugueses agravou-se para um valor negativo de 5% nos primeiros nove meses deste ano, devido sobretudo ao desempenho de Setembro, segundo as estimativas da Mercer.

No mês de Setembro os fundos de pensões portugueses obtiveram uma rendibilidade mediana de -3%, “devido ás performances negativas tanto dos mercados de acções como de taxa fixa”, refere a Mercer, concluindo que com esta “performance”, a perda acumulada no ano situa-se agora em 5%.

As acções registaram uma rendibilidade negativa de 0,9% em Setembro, reduzindo o ganho no ano para 0,9%. Mas acções a perda foi de 10,7% em Setembro, elevando a perda anual para 24,8%. O imobiliário foi a única classe positiva em Setembro (0,4%).

“O mês foi marcado pela grava situação do sistema financeiro norte-americano, com sucessivas falências e intervenções estatais, agravado por um cenário de contracção da economia, com revisões em baixa do crescimento, tanto nos EUA, como na Europa”, refere a Mercer.

Ver comentários
Outras Notícias