Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Saída da Gross leva Morningstar a cortar "rating" da Pimco de ouro para bronze

A Morningstar decidiu cortar o "rating" do maior fundo de obrigações do mundo, e que pertence à Pimco, devido à saída de Bill Gross. A empresa diz continuar positiva em relação ao fundo, mas a incerteza gerada pela saída de Gross ditou um corte na avaliação.

Bloomberg
Negócios 30 de Setembro de 2014 às 08:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Morningstar reduziu de "ouro" para "bronze" o "rating" associado ao Total Return Fund, da Pacific Investment Management (Pimco), o maior fundo de obrigações do mundo e que foi alvo de resgates elevados depois de Bill Gross ter revelado que saiu da empresa para ir para a Janus Capital, de acordo com uma nota publicada pela empresa de research, citada pela Bloomberg.

 

Com a saída do fundador da Pimco, muitos investidores demonstraram receios e retiraram dinheiro desta gestora. O The Wall Street Journal revelou na segunda-feira, 29 de Setembro, que a empresa tinha sofrido resgates no valor de cerca de 10 mil milhões de dólares desde que Gross anunciou a sua saída (26 de Setembro).

 

A Morningstar diz continuar "positiva" em relação ao fundo que gere 222 mil milhões de dólares, mas decidiu reduzir a avaliação para "bronze" devido à incerteza gerada pelos resgates recentes.

 

A Sanford Bernstein avalia entre 10% e 30% os resgates que devem ocorrer em fundos da Pimco com a saída de Gross, segundo a Bloomberg.

Ver comentários
Saber mais Pimco Bill Gross Morningstar
Outras Notícias