Investidor Privado A semana que aí vem: Dados do emprego e inflação marcam os próximos cinco dias

A semana que aí vem: Dados do emprego e inflação marcam os próximos cinco dias

O foco dos investidores estará nos indicadores da Zona Euro e EUA. Entre estes, destaca-se o mercado laboral e a inflação. Isto numa semana em que a Mota-Engil fecha a época de resultados no PSI-20.
A semana que aí vem: Dados do emprego e inflação marcam os próximos cinco dias
Bruno Simão/Negócios
André Tanque Jesus 27 de março de 2016 às 20:00
Segunda-feira, dia 28

Bolsa
Mota-Engil fecha época de resultados no PSI-20

A Mota-Engil irá divulgar logo na segunda-feira os resultados relativos a 2015. A construtora nacional será, assim, a última empresa do PSI-20 a fazê-lo, faltando apenas a Ibersol para terminar a época de resultados na bolsa de Lisboa. A Mota-Engil já apresentou os dados operacionais, tendo registado um crescimento de 2% do volume de negócios, em linha com as estimativas dos analistas.


Terça-feira, dia 29

Dados económicos
Confiança melhora Nos EUA, mas recua na zona Euro

Os EUA conhecerão, na terça-feira, a evolução do índice de confiança dos consumidores em Março, cujas previsões apontam para uma melhoria. Melhor deverá ser também o indicador de confiança da Universidade do Michigan, que será publicado na sexta-feira. Já na quarta-feira, a Zona Euro conhecerá os indicadores de confiança económica e de confiança dos consumidores, que deverão, respectivamente ter piorado e estabilizado.


Quarta-feira, dia 30

Dados económicos
Consumidores e indústria analisados pelo INE

O Instituto Nacional de Estatística divulga uma série de indicadores na terceira sessão da semana. Entre estes estão os índices de produção industrial relativos a Fevereiro, mas também o volume de negócios, emprego, remunerações e horas trabalhadas no comércio a retalho durante o mesmo mês. Por fim, o instituto português irá divulgar os inquéritos de conjuntura às empresas e aos consumidores, ambos relativos a Março.

Emprego nos EUA continua a aumentar

O Departamento do Trabalho dos EUA publica o relatório ADP também na quarta-feira. O documento incide sobre a evolução do mercado laboral e, segundo as estimativas, deverá revelar um aumento de 198 mil empregados em Março. Na sexta-feira, serão publicados os vários indicadores laborais conhecidos como "payrolls", relativos a Março, além da taxa de desemprego. Esta deverá ter ficado estável em 4,9%. Isto numa altura em que aumenta a expectativa em torno de uma subida dos juros em Abril.


Quinta-feira, dia 31

Dados económicos
Inflação deverá ter continuado negativa na Zona Euro

O Eurostat irá publicar, na quinta-feira, a primeira estimativa para a evolução da inflação na Zona Euro, em Março. Após ter regressado para terreno negativo em Fevereiro, as estimativas recolhidas pela Bloomberg apontam para que os preços tenham passado de uma queda de 0,2% para recuarem apenas 0,1%. Isto no mês em que o Banco Central Europeu aprovou um novo conjunto de estímulos à economia da união monetária – desde cortes nas taxas de juro a mais compras de activos –, procurando um aumento da inflação para perto, mas abaixo, de 2%.


Sexta-feira, dia 01

Dados económicos
Taxa de desemprego conhecida na Zona Euro e em Portugal

A fechar a semana, o Eurostat irá publicar a evolução da taxa de desemprego na Zona Euro, durante o mês de Fevereiro. Um período no qual, apontam as estimativas, o indicador deverá ter continuado a fixar-se em 10,3%. Este valor representa um mínimo de Agosto de 2013. Também na sexta-feira, o Instituto Nacional de Estatística apresentará os indicadores para o mercado laboral português, relativos a Fevereiro. Isto depois de, em Janeiro, a taxa de desemprego em Portugal ter permanecido em 12,2%.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI