Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A sua semana dia-a-dia: Atas da Fed, dados económicos e confinamento 2.0

A primeira semana de julho será marcada por novas regras na frente covid, com o país a três velocidades. Ao longo da semana serão ainda divulgados de dados económicos e as atas da Fed.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 28 de Junho de 2020 às 19:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Segunda-feira Membros dos bancos centrais discursam
O primeiro dia da semana fica marcado pela presença de vários membros dos bancos centrais em diferentes eventos. Desde logo, Andrew Bailey, governador do Banco de Inglaterra, participa num fórum dedicado aos riscos financeiros associados ao clima. Gertjan Vlieghe, também do Banco de Inglaterra, marca presença numa conferência à distância sobre os riscos macroeconómicos. Nos Estados Unidos, o presidente da Fed de Nova Iorque, John Williams, e da Fed de São Francisco, Mary Daly, estão em diferentes eventos.

Terça-feira Dados da inflação e da confiança

Os primeiros números para a evolução da taxa de inflação na Zona Euro, em junho, são divulgados esta terça-feira. No mesmo dia são conhecidos dados da confiança dos consumidores, relativos a junho, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) dá a conhecer o índice de produção industrial, relativo ao mês de maio.

Quarta-feira Resposta à covid-19 a três velocidades

Portugal entra numa nova fase na sua resposta à pandemia. O país passa do estado de pandemia ao estado de alerta, a Área Metropolitana de Lisboa fica em estado de contingência e 19 freguesias da Área Metrololitana de Lisboa permanecem em estado de calamidade, com dever cívico de recolhimento. O início do mês de julho deverá marcar a reabertura da fronteira terrestre com Espanha.

Quarta-feira Atas da Fed e dados do emprego

Serão conhecidas as atas da última reunião de política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos. No mesmo dia são divulgados vários indicadores económicos, que incluem um relatório da ADP sobre a evolução do trabalho no país, que permitem medir o pulso à maior economia do mundo.

Quinta-feira Taxa de desemprego nos EUA e no Euro

Estados Unidos e Zona Euro reportam a evolução da taxa de desemprego em junho e maio, respetivamente. Nos EUA é ainda publicada a evolução dos novos pedidos de subsídio de desemprego na semana terminada a 27 de junho. No lado da indústria são divulgados indicadores relativos às encomendas à indústria, bem como a evolução da balança comercial. Na Zona Euro, conhece-se o índice de preços no produtor, em maio.

Sexta-feira Mercados fechados para comemorar dia da independência

As bolsas norte-americanas estarão encerradas na última sessão da semana, devido ao feriado do Dia da Independência. Devido ao ao facto destes mercados estarem encerrados, a sessão deverá ser marcada por uma liquidez bastante mais reduzida.

Sexta-feira China divulga dados dos serviços

A segunda maior economia do mundo apresenta a evolução do índice PMI para os serviços. Além da divulgação de indicadores, o membro do Banco Central Europeu, Klaas Knot, marca presença num evento.

Sexta-feira Fitch analisa risco da dívida da Suíça
O final da semana não deverá ser marcado por uma grande atividade das agências de notação financeira. Apenas a Fitch tem agendada uma possível ação de "rating" para a Suíça, neste final de semana. A evolução da pandemia e o seu impacto na economia continua a dominar a atenção destas entidades. 
Ver comentários
Saber mais Investidor Privado a sua semana economia política monetária Reserva Federal BoE
Mais lidas
Outras Notícias