Investidor Privado A sua semana dia-a-dia: Eleições nos EUA, Fed e resultados marcam agenda

A sua semana dia-a-dia: Eleições nos EUA, Fed e resultados marcam agenda

A semana que agora começa será activa, particularmente nos EUA, onde se realizam as eleições intercalares e a Fed volta a reunir-se. Várias empresas vão publicar resultados.
A sua semana dia-a-dia: Eleições nos EUA, Fed e resultados marcam agenda
Negócios 04 de novembro de 2018 às 19:00
Segunda-feira BCP prepara caminho para voltar aos dividendos

A semana começa com a realização da assembleia-geral de accionistas do BCP. Nesta reunião, o banco liderado por Miguel Maya tem como único ponto da ordem de trabalhos a proposta de uma alteração contabilística que visa reforçar a situação do banco, de modo a colocá-lo em condições para poder distribuir resultados. O banco não paga dividendos aos accionistas desde 2010. Recentemente, o presidente do banco reiterou que é seu objectivo fazer a distribuição de dividendos no próximo ano, mas ainda não há certezas. 

Terça-feira Eleições intercalares determinam assentos no Congresso

As eleições intercalares nos Estados Unidos, que ocorrem a meio do mandato presidencial, decorrem esta terça-feira. Vão determinar os assentos nas duas câmaras do Congresso. Ou seja, vão determinar se os republicanos mantêm o controlo do Congresso no caminho para a re-eleição de Donald Trump em 2020.

Quarta-feira Resultados trimestrais voltam à bolsa de Lisboa

A última semana foi marcada pela publicação de resultados de várias empresas da bolsa nacional. E esta semana voltará a ser activa nesse aspecto. Na quarta-feira, o mercado vai ficar a conhecer as contas dos primeiros nove meses do ano da EDP Renováveis, Corticeira Amorim e, no dia seguinte, será a vez da EDP, Nos e REN. Já o BCP, que realiza uma AG na segunda-feira, divulga resultados também na quinta-feira. 

 

Quarta-feira EUA publicam relatório "stocks" de petróleo

Esta semana, será também importante para a evolução dos preços do petróleo. Isto porque, na quarta-feira, o Departamento de Energia dos Estados Unidos publica o relatório semanal sobre a evolução dos "stocks" de crude no país, o maior consumidor do mundo. Dias antes, na segunda-feira, as sanções dos Estados Unidos ao Irão entram em vigor, com o objectivo de reduzir as exportações de petróleo do país a "zero". Mas oito países deverão receber isenções dos EUA, incluindo a China e a Turquia. 
 
Quinta-feira Reserva Federal reúne-se e deixa juros inalterados

A Reserva Federal dos Estados Unidos tem reunião de política monetária agendada para esta quinta-feira. E a expectativa dos economistas consultados pela agência Bloomberg é de que o banco central deixe a taxa de juro inalterada num intervalo entre 2% e 2,25%. No encontro anterior, Jerome Powell subiu os juros pela terceira vez este ano. Recentemente, no Livro Bege, a Fed afirmou que a economia norte-americana está a crescer a um "ritmo modesto a moderado".  

Sexta-feira Confiança dos consumidores em queda nos EUA

O último dia da semana será marcado pela publicação de vários indicadores económicos relevantes do outro lado do Atlântico. É o caso da confiança dos consumidores, medida pela Universidade de Michigan, e relativa ao mês de Novembro. As estimativas dos economistas consultados pela agência Bloomberg apontam para que este indicador desça dos 98,6 pontos registados no mês anterior para 97,9 pontos.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI