Investidor Privado A sua semana dia-a-dia: Fed, Brexit e resultados agitam semana

A sua semana dia-a-dia: Fed, Brexit e resultados agitam semana

A semana é marcada pela divulgação de resultados em Lisboa e lá fora. Há ainda a decisão da Fed e a tomada de posse de Lagarde como presidente do BCE, numa semana decisiva para o Brexit.
A sua semana dia-a-dia: Fed, Brexit e resultados agitam semana
Patrícia Abreu 27 de outubro de 2019 às 19:00
Segunda-feira Sessão especial de bolsa com resultados da OPS da Mota-Engil
Os investidores que deram ordens de compra na oferta pública de subscrição de obrigações da Mota-Engil ficam esta segunda-feira a conhecer os resultados da operação. Os números serão divulgados numa sessão especial de bolsa na Euronext Lisbon. A construtora quase duplicou na semana passada o valor da emissão para 140 milhões de euros. A taxa oferecida pela empresa a quem comprar as suas obrigações é de 4,375%.

Segunda-feira Boris Johnson pede eleições antecipadas para dezembro

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, continua a aguardar a decisão da União Europeia sobre o pedido de um novo adiamento, de modo a evitar uma saída sem entendimento no final deste mês, a 31 de outubro. Entretanto, o governo liderado por Boris Johnson vai apresentar, no parlamento, uma moção, em que propõe eleições gerais antecipadas para 12 de dezembro.

Terça-feira Avaliação das casas em setembro
O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga os resultados do inquérito à avaliação bancária na habitação, em setembro. O indicador tem vindo a renovar novos recordes, o que reflete a abertura dos bancos para continuarem a financiar o crédito para a compra de casa. Em agosto, a avaliação bancária atingiu um novo máximo, nos 1.288 euros.

Quarta-feira Fed pode anunciar novo corte de juros

O banco central norte-americano poderá anunciar esta semana um novo corte da taxa diretora. O mercado antecipa uma probabilidade de 90% de uma nova descida de 25 pontos base. A confirmar-se esta mexida, a Reserva Federal dos EUA deverá deixar a sua taxa num intervalo entre 1,5% e 1,75%, depois das descidas realizadas antes do verão, na reunião de julho, e em setembro. No mesmo dia em que é conhecida a decisão de Powell, são conhecidos os números do PIB dos EUA no terceiro trimestre. Previsões apontam para um abrandamento do crescimento para 1,6%.

Quarta-feira Grupo EDP, CTT e Sonae Indústria apresentam contas trimestrais

Prossegue a época de divulgação de resultados na bolsa portuguesa. Um dia depois de serem conhecidos os números da Navigator no terceiro trimestre é a vez do Grupo EDP, CTT e Sonae Indústria mostrarem aos investidores os seus resultados. Já a Semapa reporta contas na quinta-feira.

Quinta-feira Banco do Japão deixa tudo igual


O Banco do Japão deverá terminar a sua reunião de política monetária sem alterações. Segundo os economistas da Reuters, o governador do banco central, Haruhiko Kuroda, deverá aproveitar a calma nos mercados e o ambiente benigno nas negociações comerciais para poupar munições para intervir no futuro.

Sexta-feira Lagarde substitui Draghi na liderança do BCE


A antiga diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, chega esta sexta-feira à liderança do Banco Central Europeu (BCE). A responsável herda uma política de estímulos e juros negativos, cabendo-lhe agora lidar com um conselho de governadores cada vez mais dividido em relação à política de corte de juros na região.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI